Seculo

 

CPI da Sonegação retoma trabalhos e convoca delator da Lava Jato para depor


25/04/2017 às 18:12
A CPI da Sonegação Fiscal da Assembleia, que estava com os trabalhos parados desde o ano passado, ressurgiu com uma reunião extraordinária nesta terça-feira (25) e volta fazendo barulho. Os deputados da comissão deliberaram pela convocação do ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht, Cláudio Melo Filho, delator da Lava Jato, para depor no dia 16 de maio, na CPI 
 
Melo será questionado sobre o pagamento de propina para aprovação de um projeto de resolução no Senado, que resultou no fim do Fundo de Desenvolvimento das Atividades Portuárias (Fundap). Essa informação foi dada pelo ex-diretor em delação premiada na Operação Lava Jato.
 
O presidente do colegiado, o deputado Enivaldo dos Anjos (PSD), solicitou o comparecimento de Cláudio Melo Filho para depor, sob escolta da Polícia Federal, para que possa explicar detalhes de sua delação, quando disse que foram pagos R$ 4 milhões a senadores para garantir a aprovação do Projeto de Resolução 72/2010, ocorrida em 2012. A propina foi paga porque o fim do Fundap beneficiou os negócios da Odebrecht no Porto de Santos (SP).
 
De acordo com Melo, o então presidente da empresa, Marcelo Odebrecht, operou, pessoalmente, o pagamento de propina, que teria tido como principal intermediário o senador Romero Jucá (PMDB), autor do Projeto de Resolução que acabou com os incentivos do Fundap.
 
Para a sessão da CPI da Sonegação, já marcada para 16 de maio, além de Cláudio Melo, estão sendo convocados representantes do Instituto de Desenvolvimento Agroflorestal (Idaf) e da Delegacia Regional do Ministério da Agricultura. Eles vão prestar esclarecimentos sobre a comercialização irregular de defensivos agrícolas (agrotóxicos) no Espírito Santo.
 
A CPI da Sonegação iniciou seus trabalhos em 2015 e era composta, ainda, pelos deputados Guerino Zanon (PMDB), vice-presidente, e Cacau Lorenzoni (PP), relator. Com ambos eleitos prefeitos em 2016 – Guerino em Linhares e Cacau em Marechal Floriano -, a Comissão ganhou nova composição, sendo agora integradas pelos deputados Marcelo Santos (PMDB) e Jamir Malini (PP).

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Próximos capítulos

Com Colnago no comando, dá para imaginar como ficaria o PSDB em 2018, inserido no projeto de Hartung...mas e se Max Filho levasse o pleito, como seria a relação do partido com o governador?

OPINIÃO
Renata Oliveira
Uma nova bandeira se ergue
O programa de combate à violência contra a mulher leva o governador Paulo Hartung a nova narrativa para 2018
Gustavo Bastos
O verão do amor e o movimento hippie
O que representava o movimento hippie como tal era a utopia
Geraldo Hasse
As abelhas e o Agro
Alguns líderes se dão conta da mútua dependência entre animais e plantas
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Panorama Atual

Roberto Junquilho

Este blog fica por aqui
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Algo de novo no ar
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Próximos capítulos

Conselho de Ética libera Colnago para disputar a presidência do PSDB

Tribunal de Justiça mantém bloqueio dos bens de ex-prefeito de Aracruz

Programação cultural do fim de semana

Avenida fica sem semáforo, pedestres ficam a perigo e a Prefeitura de Vitória só assiste