Seculo

 

Como ter um coração saudável?


28/04/2017 às 19:50
Em uma das colunas anteriores falei sobre os alimentos amigos do coração e, superficialmente, sobre a atividade física. Hoje quero ser específica e dizer que a ciência da Nutrição, sozinha, não vai garantir sua perfeita saúde. É preciso, sim, manter uma vida saudável e ativa, e isso inclui as atividades físicas, que vários estudos indicam poder fortalecer o coração.
 
Curioso que algumas coisas que hoje são heresias amanhã podem se tornar dogmas. Você sabia que na primeira metade do século passado os médicos americanos apregoavam que, para evitar problemas cardíacos, as pessoas deveriam comer muita carne vermelha e não fazer atividade física?
 
Foi preciso que uma pessoa, supostamente leiga, um editor de uma revista, enfrentasse esse dogma com a “heresia” de que, ao contrário do que defendia a Medicina, as pessoas teriam uma saúde cardíaca muito melhor, se fizessem atividade física e reduzissem a ingestão de carnes vermelhas.
 
Fez defesa veemente da prática regular de atividades físicas para prevenir problemas cardíacos. Com isso, o mundo caiu sobre a cabeça de Jerome Irving Rodale, que é considerado o “inventor” da agricultura orgânica nas fazendas da Pensilvânia. Até acusado de associação com o comunismo internacional, para desestruturar o livre mercado da economia americana, Rodale foi.
 
O editor “revolucionário” defendeu suas ideias até a morte, literalmente, no início dos anos 70, quando caiu fulminado por um infarto em meio a um debate do tema, na TV americana, no dia 8 de junho de 1971. Isso, para alguns autores, foi o início da chamada “indústria do bem-estar”, que acaba de superar a marca de 3 trilhões de dólares em 2017, superando, pela primeira vez na história, a indústria farmacêutica.
 
É bem verdade que se deve evitar comidas rápidas, gordurosas e calóricas, descansar, recarregar e rejuvenescer o corpo com um bom sono, mas a atividade física regular é uma grande aliada da boa saúde cardiovascular.
 
A recomendação atual é que devemos fazer, no mínimo, 30 minutos de atividades físicas por dia. Não tem tempo? Distribua isso em duas ou três sessões: dê uma caminhada curta no almoço, outra na hora do lanche e outra depois do jantar.
 
Exercícios regulares induzem a um sono melhor à noite. Você entra em sono profundo mais fácil, e estará mais descansado pela manhã. Você deverá estar apto até a dormir um pouco menos, e deve usar o tempo extra para fazer mais exercícios.
 
Encontre um companheiro para fazer exercícios que também vai começar uma dieta saudável. Se vocês andarem juntos, por exemplo, você e seu companheiro podem deixar os sapatos um na casa do outro, assim serão obrigados a comparecer na próxima caminhada!
 
Crie esse espírito de comunidade com as pessoas com os mesmos propósitos que você. Mantenha-se ativo.
 
Independente de se você é bem jovem, está na meia idade ou já estaciona em vaga reservada para idosos, sempre é tempo de cuidar de sua saúde cardiovascular.
 
Há várias coisas que você pode integrar ou acrescentar à sua rotina diária para isso. Caminhadas rápidas, abdominais, treino com pesos pequenos, nadar, andar de bicicleta, são exercícios de baixo impacto, eficazes para todos os níveis e boa forma. Quer seja um praticante de exercício físico ou não, o importante é fazer algo todos os dias.
 
Suba escadas, em vez do elevador, ande a pé ou de bicicleta, quando as distâncias forem curtas, em vez de ir de carro. Leve seu cão para passear. Mova-se. Sair para alongar as pernas todos os dias pode fazer toda a diferença.
 
A atividade física ainda ajuda a manter a clareza mental, o controle do estresse e dá maior vitalidade.
 
Aqui estão algumas dicas para manter-se ativo: primeiro, seja específico. Quanto mais detalhes incluir no seu plano, melhor. Se decidir apenas fazer exercício físico e comer melhor, poderá não ter o sucesso que desejava, porque “fazer exercício” é um plano muito vago. Reserve 30 minutos todas as manhãs, em horário específico, para caminhar, fazer alongamentos ou qualquer outra atividade.
 
Segundo, transforme isso numa rotina. Introduzir novos comportamentos em sua rotina é uma forma eficaz de os integrar em seu estilo de vida ativo e saudável.
 
Por exemplo, se quer perder peso, vai precisar fazer melhores escolhas, quem sabe, substituir uma a duas refeições principais por algo mais leve e protéico, sem perder valor nutricional.
 
Terceiro, comemore seus êxitos. Se atingir seus objetivos, ofereça a si algo que deseja há muito tempo. Mas não estrague o trabalho que já fez. Em vez de se empanturrar de alimentos poucos saudáveis, vá ao cinema ou se faça um mimo passando um final de semana em um SPA ou num hotel fazenda, onde poderá fazer caminhadas ao ar livre.
 
Foco é força. Mantenha motivação para continuar a ter bons resultados.
 
Uma dica poderosa: durma bem e o suficiente, de sete a oito horas na noite, e faça um desjejum matinal equilibrado, rico em nutrientes e pobre em calorias, algo especial para começar um dia ativo. Ocupe-se em que seu “café da manhã” tenha todos os grupos nutricionais, com proteínas magras, bons carboidratos, vitaminas, minerais e fibras. E hidrate-se bem logo cedo.
 
Faça tudo isso tendo como meta encontrar novos alimentos saudáveis. Visite feiras ou mercados étnicos para conhecer novos alimentos, como diferentes frutas, vegetais e produtos integrais. Mantenha suas refeições saudáveis e se esforce em manter seu objetivo.
 
Você tem a energia e a concentração necessárias para dar as respostas que precisa para seus desafios diários? Talvez o que esteja faltando é, justamente, equilibrar a ingestão de uma alimentação saudável, de três em três horas, conciliado com um programa regular de atividades físicas, pelo menos 150 minutos por semana, divididos em cinco dias de 30 minutos, todos os dias, no mesmo horário.
 
No mais, cuide-se seja feliz e bem nutrido. Seu coração vai agradecer. 
 

Lídia Caldas é nutricionista pela Faculdade Católica de Vitória, especialista em Nutrição Esportiva pela Universidade Gama Filho (RJ) e gestora de Unidade de Alimentação e Nutrição. Fale com a nutri: lidiarncaldas@gmail.com

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Precipitou-se

Com um olho em 2018 e outro em 2020, Luciano Rezende antecipou o processo eleitoral, mas esqueceu a Lava Jato. Aí mora o problema.

OPINIÃO
Renata Oliveira
Bicho-papão
O ajuste fiscal de Paulo Hartung precisa do exemplo do Rio de Janeiro tanto para cortar quanto para supervalorizar a liberação de recursos
JR Mignone
Qual rádio ouviria hoje?
Sinceramente, não saberia explicar que tipo de rádio eu ouviria hoje, isto é, que me motivaria a ligar o botão para ouvi-la: uma de notícia ou uma só de música selecionada
Caetano Roque
Pressão neles
O movimento sindical deve conscientizar o trabalhador sobre quem estará na disputa do próximo ano contra ele
Geraldo Hasse
A doença da intolerância
Ela está nos estádios, nos governos, nas igrejas, nos parlamentos, nas ruas, nos tribunais
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Branca, o Teatro e a sala de estar
Panorama Atual

Roberto Junquilho

Fuzis e baionetas, nunca mais!
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Turista acidental
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Precipitou-se

Posse de tucano no Turismo é demonstração interna de força de Colnago

Justiça Federal determina que 14 municípios adotem ponto eletrônico para médicos e dentistas

Subseção da OAB-ES cobra esclarecimento sobre atuação de Homero Mafra na defesa de acusado

Dary Pagung vai fechar a porta para emendas de deputados no orçamento