Seculo

 

CRP-16 e OAB-ES pedem impugnação de chamamento para gestão de Residências Inclusivas


11/05/2017 às 13:41
O Conselho Regional de Psicologia no Estado (CRP-16) e a seccional capixaba da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-ES) ingressaram com pedido de impugnação do edital de Chamamento Público 003/2017, para a contratação de Organização Social para gerir as Residências Inclusivas na Grande Vitória. O edital reduz o valor a ser pago para as organizações em níveis que poderiam inviabilizar o serviço prestado nas unidades.
 
O valor máximo de contrato que o edital prevê é de R$ 5,4 milhões para a administração das residências destinadas a atender às pessoas com deficiências físicas e mentais que ficavam internadas na Unidade de Atendimento ao Deficiente (Unaed), o que representa investimento de pouco mais de 12 mil por cada um dos 53 pacientes. Além disso, o edital prevê que o proponente que apresentar valor global 10% mais baixo do que o valor de referência será premiado.
 
No entanto, o contrato de 2016 foi de R$ 7,9 milhões para atendimento de 60 residentes, o que representa investimento de R$ 6,8 mil por paciente, 46% a menos do que no contrato anterior.
 
As residências oferecem serviços como equoterapia, oficinas psicopedagógicas com currículo adaptado, educador físico, estimulação psicosensorial, psicomotricidade, fonoaudiologia, neurologista, psiquiatra e medicamentos por meio de Termos de Parcerias. O temor tanto da OAB-ES quanto do CRP 16 é que o valor reduzido do contrato comprometa os serviços prestados nas residências e que os profissionais – dentre eles psicólogos, assistentes sociais e cuidadores – não aceitem atuar nos locais por valores muito baixos.
 
A consequência da redução do valor do contrato também influencia no transporte dos pacientes, fundamental para que eles frequentem escolas, o Centro de Atenção Psicossocial (Caps), a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), o Centro de Referência para a Pessoa com Deficiência (CRPD), atividades culturais, de lazer e para tratamentos de saúde.
 
A quantidade de cuidadores, segundo o novo edital, também teve redução drástica, sendo 27% a menos do que o atual. A meta de residentes com acesso à educação também foi reduzida de 100% para apenas 30% dos residentes matriculados.
 
A presidente da Comissão Especial dos Direitos das Pessoas com Deficiência da OAB-ES, Maristela Lugon, apontou que o edital promove o leilão de seres humanos e que não há nenhuma garantia de manutenção dos serviços e dos laços afetivos criados entre os residentes até agora.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Missão socialista

Assim como Casagrande, deputado Paulo Foletto mostra que tem sola de sapato para gastar até eleição de 2018

OPINIÃO
Editorial
Não tem almoço nem jantar grátis
Hartung convidou para o banquete palaciano apenas os fiéis que pagaram o jantar ao longo do semestre. Afinal, cada voto a favor do governo tem um valor
Piero Ruschi
Festa de fachada
Comemoração da Sambio evidencia que o Museu Mello Leitão segue precisando de verdadeiros amigos
Renata Oliveira
E agora, Rose?
A senadora sempre trilhou seu caminho político sozinha, mas disputar o governo do Estado é diferente
Geraldo Hasse
Sr. Rolando Boldrin, o Brasil de verdade
A biografia do apresentador de TV louva a autêntica cultura caipira, que vai do baião ao samba
Caetano Roque
Nada de festa
Enquanto não houver democracia interna nos sindicatos não há motivo para comemorar a perpetuações no poder
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Sizino, o pioneiro
Panorama Atual

Roberto Junquilho

O cinismo explícito e a esperança de fora Temer renovada
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

O presente
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Temendo insatisfação da tropa, governo cancela evento para promoções de policiais militares

Não tem almoço nem jantar grátis

Disputa entre Temer e Maia por insatisfeitos do PSB afeta partido no Estado

Pesquisa vai avaliar a qualidade do acesso às informações nos órgãos do Judiciário

Missão socialista