Seculo

 

Você sabe o que são alimentos funcionais?


12/05/2017 às 13:17
Nas colunas anteriores tenho falado muito sobre o equilíbrio entre uma alimentação saudável e atividade física para que tenhamos uma qualidade de vida melhor. Hoje, vou falar um pouquinho sobre alimentos funcionais. E você sabe o que é um alimento funcional?
 
O conceito de alimentos funcionais foi introduzido inicialmente no Japão em meados dos anos 1980, referindo-se a alimentos usados como parte de uma alimentação normal e que demonstram benefícios fisiológicos ou reduzem risco de doenças crônicas, além de suas funções básicas nutricionais.
 
No Brasil, temos na Resolução 18 de 30/04/1999 da Anvisa o relato que “é alimento funcional todo aquele alimento ou ingrediente que, quando consumido como parte da dieta usual, produza efeitos metabólicos e/ou fisiológicos e/ou efeitos benéficos à saúde, devendo ser seguro para consumo sem supervisão médica”.
 
A rigor, é como se voltássemos aos tempos em que Hipócrates (Século V a. C.), pai da Medicina, recomendava fazermos do alimento nosso medicamento e não do medicamento o nosso alimento. Consumimos, diariamente, esse tipo de alimento e, a seguir, vou citar alguns deles e suas propriedades funcionais. 
 
Vou começar falando do Ômega 3, presente nos peixes de águas profundas e frias, que consomem um tipo específico de alga, e nos frutos do mar. Quando consumido na quantidade de 1 grama diária, esse nutriente auxilia na redução da pressão arterial, favorece o aumento do colesterol HDL plasmático e na redução do colesterol LDL. Ou seja, adquire propriedades funcionais. O ômega 3 também pode ser ingerido por meio de suplementos em forma de cápsulas. 
 
Outra variedade é o Ômega 6, presente nos óleos vegetais, como azeite, óleo de canola, milho e girassol, nozes, soja e gergelim. Atua como protetores contra as doenças cardíacas.
 
Você já ouviu falar que tomate faz bem para a saúde? Os tomates garantiram seu sucesso na população masculina, depois que substâncias denominadas de carotenóides foram encontradas nesse fruto. O licopeno é um dos carotenóides presentes no tomate, responsável pela redução do câncer de próstata. Esse carotenóide é responsável pela coloração vermelha do fruto e também pode ser encontrado na melancia. 
 
Parece que a função do licopeno em diminuir os riscos de câncer está relacionada a sua ação antioxidante, que atua neutralizando radicais livres, previne a oxidação (envelhecimento) das células e estimula o sistema imunológico.
 
E quantas vezes você já ouviu falar das maravilhas do alho? Não é mito. O alho possui um teor considerável de selênio agindo como antioxidante e aliina, que apresenta ação hipotensora e hipoglicemiante15. Ou seja, contribui para reduzir os níveis de açúcar no sangue. 
 
Já a cebola é rica no flavonóide quercetina, que apresenta propriedade relacionada à saúde devido ao alto poder antioxidante. Ambos os alimentos são muito utilizados para aplicações medicinais ou funcionais.
 
Os alimentos alaranjados, como cenoura, abóbora e mamão, possuem um pigmento chamado de carotenóide, que é essencial para a visão, desenvolvimento embrionário e melhoram a imunidade. Outro emprego bastante comum é na estética, pois seu consumo auxilia no bronzeamento da pele. Se você quiser melhorar a tonalidade de sua pele no verão, consuma esse tipo de alimento alaranjado. 
 
Estes são exemplos que podemos utilizar, de forma bem prática, de alimentos com propriedades funcionais, utilizados cotidianamente, e que podem ser auxiliares poderosos para construirmos uma vida saudável e ativa. 
 
E lembre-se: associe a uma dieta rica em alimentos funcionais um programa regular de atividades físicas. Se quiser investir mais em exercícios, é muito importante contar com a ajuda de um profissional da área. Se faz tempo que você vive sedentário, passe antes pelo consultório médico.
 
Seu corpo vai agradecer todo esse cuidado.
 

Lídia Caldas é nutricionista pela Faculdade Católica de Vitória, especialista em Nutrição Esportiva pela Universidade Gama Filho (RJ) e gestora de Unidade de Alimentação e Nutrição. Fale com a nutri: lidiarncaldas@gmail.com

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Precipitou-se

Com um olho em 2018 e outro em 2020, Luciano Rezende antecipou o processo eleitoral, mas esqueceu a Lava Jato. Aí mora o problema.

OPINIÃO
Renata Oliveira
Bicho-papão
O ajuste fiscal de Paulo Hartung precisa do exemplo do Rio de Janeiro tanto para cortar quanto para supervalorizar a liberação de recursos
JR Mignone
Qual rádio ouviria hoje?
Sinceramente, não saberia explicar que tipo de rádio eu ouviria hoje, isto é, que me motivaria a ligar o botão para ouvi-la: uma de notícia ou uma só de música selecionada
Caetano Roque
Pressão neles
O movimento sindical deve conscientizar o trabalhador sobre quem estará na disputa do próximo ano contra ele
Geraldo Hasse
A doença da intolerância
Ela está nos estádios, nos governos, nas igrejas, nos parlamentos, nas ruas, nos tribunais
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Branca, o Teatro e a sala de estar
Panorama Atual

Roberto Junquilho

Fuzis e baionetas, nunca mais!
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Turista acidental
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Bicho-papão

Posse de tucano no Turismo é demonstração interna de força de Colnago

Subseção da OAB-ES cobra esclarecimento sobre atuação de Homero Mafra na defesa de acusado

Justiça Federal determina que 14 municípios adotem ponto eletrônico para médicos e dentistas

Dary Pagung vai fechar a porta para emendas de deputados no orçamento