Seculo

 

As notícias na internet


15/05/2017 às 23:54
Já analisei neste espaço, mais que uma vez, as capas de alguns jornais do Espírito Santo para analisar o conteúdo em destaque. Desta vez me propus a analisar as matérias jornalísticas que rolam nos sites e portais de conteúdos na internet.
 
Muitos desses conteúdos são publicados no impresso, mas na internet a leitura sugere uma curiosidade mais apurada, talvez pela facilidade dos cliques.
 
No Gazeta Online do dia 27 de abril, um dia antes de uma greve geral anunciada pelos sindicatos, os conteúdos em destaque estavam de amargar. Algumas notícias eram bizarras, para não dizer ridículas. Senão, vejamos:
 
“Jovem é detido com grande quantidade de drogas e munição em Pinheiros”;
 
“Padrasto acusado de matar menino Joaquim é preso na Espanha”;
 
“Jovem confessa traição em 'jogo da fidelidade' e é esfaqueada pelo namorado em RO”;
 
“Homem é baleado, agredido e passa a noite ferido dentro de casa”;
 
“Menina coloca porquinho-da-Índia no microondas e gera revolta na internet”;
 
“Homem morre após ser arremessado de carro por bandido durante assalto”;
 
“Suspeito nega ter usado facão para ameaçar prefeito de Colatina, no ES”;
 
“Sem conseguir tratamento, criança de 4 anos pede para morrer”.
 
Como viram, são notícias com uma carga sensacionalista. Podiam encaixar bem em programas policiaalescos de rádio ou  TV, tipo Datena. Como disse, são conteudos extraídos de sites da internet. Vai daí que não podemos mensurar ou qualificar o tipo de leitor. Será que na net tem essa classe em profusão?
 
Que tipo de internauta procura somente conteúdos mais reflexivos ou sensacionalistas na internet? Como em outras plataformas, na internet há também leitores para todos os tipos de conteúdos. Mas será que os sites postam seus conteúdos a partir do perfil específico do seu leitor ou se orientam simplesmente pelos cliques que a notícia recebe?. Essa é uma questão interessante que suscita uma análise mais profunda.
 
PARABÓLICAS
 
A plástica da Rádio ES, emissora oficial do governo, continua nota 10. Um dos artífices dessa proeza é o Paulinho Colatina.
 
A Cor da Vida, a rádio do senador Magno Malta (PR) tem como locutor apresentador o competente Juninho Victor, o cara.
 
Finalmente Miguel Roldan colocou sua FM no ar em Nova Venécia. Já está com boa audiência. Programação popular.
 
A FM de Venda Nova do Imigrante tem como subnome FMZ. É uma homenagem a Máximo Zandonadi, seu fundador.
 
MENSAGEM FINAL
 
A alegria de seu espírito é o indício de sua força. Ralph Waldo Emerson

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Leonardo Duarte/Secom
Uma coisa só

Enquanto no campo nacional PRB e MDB ainda estão em fase de namoro, no Estado o partido já é um “puxadinho” de Hartung. E tudo começou com Roberto Carneiro...

OPINIÃO
Editorial
MPES omisso
Ministério Público decidiu não participar das audiências de custódia. Um dos prejuízos: denúncias contra tortura, comumente relatada por presos
Piero Ruschi
Pets: uma questão de responsabilidade socioambiental
Felizes as pessoas que podem ter um animal de estimação! Felizes os animais de estimação que têm um dono responsável!
Gustavo Bastos
Para que Filosofia?
''é melhor existir do que o nada''
Bruno Toledo
Por que negar os Direitos Humanos?
Não há nada de novo nesse discurso verde e amarelo que toma as ruas. É a simples manutenção das bases oligárquicas do Brasil
Eliza Bartolozzi Ferreira
Políticas de retrocesso
Dados educacionais do governo Paulo Hartung são alarmantes
Geraldo Hasse
Vampirismo neoliberal
O governo oferece refrescos aos trabalhadores enquanto suga seu sangue
Roberto Junquilho
Quem governa?
Um novo porto na região de Aracruz demonstra que, para as corporações, as minorias não importam
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Uh, Houston, temos um problem
MAIS LIDAS

Sindicato protocola denúncias contra Sesa por contratação de Organizações Sociais

Corrida ao Senado sinaliza mudança na bancada capixaba

Quem governa?

Vampirismo neoliberal

Greve dos professores de Vitória continua por tempo indeterminado