Seculo

 

Justiça determina que Luciano Rezende faça melhorias no Porta a Porta


16/05/2017 às 21:55
Decisão da 5ª Vara da Fazenda Pública Estadual determina que o prefeito de Vitória Luciano Rezende (PPS) faça melhorias no sistema Porta a Porta, programa municipal de transporte público para pessoas com deficiência, cuja ineficiência esgotou a paciência dos usuários. O município deve incrementar, no mínimo, oito veículos à frota e fixar agendamento mínimo de dois dias, incluindo dias úteis, feriados, pontos facultativos e finais de semana. O Porta a Porta registra 377 pessoas na lista de espera.
 
O autor da ação, José Olympio Rangel Barreto, celebra a decisão e dispara críticas contra o prefeito. “Essa vitória significa para mim uma vitória sobre a discriminação, sobre a prepotência e sobre a soberba de um prefeito que é ditador e que descumpre todas as leis neste país, desde a nossa Constituição Federal, Estadual e a própria Lei Orgânica do Município”, afirma ele, que é membro do Movimento Organizado de Valorização da Acessibilidade (Mova).
 
“Significa uma felicidade enorme para 377 pessoas com deficiência que já podem ver no fim do túnel o direito de ir e vir. Significa que somos pessoas como quaisquer outras”, complementa. A prefeitura foi intimada no dia 3 de maio.
 
A decisão do juiz Ubirajara Paixão Pinheiro afasta todas as alegações interpostas pela Prefeitura de Vitória para desrespeitar a determinação, inclusive a justificativa da crise financeira. Em contraponto, o togado lembra a proposta para aquisição de novos veículos para o Porta a Porta celebrado em reunião no Conselho Municipal de Transporte e Trânsito (Comuttran), em 2010. Na ocasião, ficou definido que R$ 0,05 da tarifa da frota operante seria destinada à aquisição de veículos para o programa.
 
“Logo, forçoso é concluir que a atual situação financeira do Município, na forma como alega, não pode servir de óbice ao efetivo cumprimento das determinações judiciais emanadas destes autos”, diz o texto. A sentença é de 2010, mas foi reformada em Acórdão transitado em julgado em 5 de maio de 2011.
 
Os usuários lutam há anos por melhorias no programa. No final de abril, realizaram em frente à sede da prefeitura, em Bento Ferreira, o terceiro protesto denunciando as deficiências do Porta a Porta. Enfrentaram também sucessivas negativas do ex-secretário de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana, coronel Oberacy Emmerich Junior, para requalificar o serviço.  
 
Cumprir a decisão é o primeiro desafio de Tyago Hoffmann, nono chefe da Setran na gestão Luciano Rezende. 

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

Disputa indefinida

Hoje, a raia que tem a linha de chegada no Palácio Anchieta tem apenas dois competidores: PH e Rose. O campo de oposição às lideranças de perfil tradicional ainda está aberto

OPINIÃO
Editorial
Operação seletiva
Mandado de busca coletivo cumprido nesta quinta (17) em Jesus de Nazareth viola Estado Democrático de Direito
Renata Oliveira
A escolha de Sofia
Os prefeitos do Estado têm de escolher entre Rose de Freitas ou Paulo Hartung
JR Mignone
Radiamadores
Os radioamadores continuam na sua ação principal, aquela de ajudar, informar, localizar, conhecer e explorar as distâncias
Geraldo Hasse
Pedalando rumo ao Norte
Até quando os brasileiros se deixarão governar por quem não os representa?
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Sizino, o pioneiro
Panorama Atual

Roberto Junquilho

A Força Nacional e o marketing de uma falsa segurança
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Sopa de Letrinhas
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Disputa indefinida

Mexer no PDU pode custar caro aos vereadores

À medida que a eleição se aproxima, perfil da equipe de Hartung se torna mais político

Justiça recebe ação penal contra ex-prefeito e vereadores de Barra de São Francisco

'Agricultura e cultura no nosso quilombo é a mesma coisa'