Seculo

 

Escritório do Idaf de Linhares opera em condições precárias


18/05/2017 às 13:47
O escritório do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado (Idaf) de Linhares, no norte do Estado, foi inspecionado por um técnico em segurança do trabalho que constatou a precariedade da edificação, onde, além de fazerem trabalhos internos, os servidores fazem atendimento ao público.

De acordo com o laudo do técnico, as paredes do escritório da autarquia estão tomadas por mofo e infiltrações, com desprendimento de parte do forro teto. As paredes da sala dos servidores também estão desprendendo.

A sala de almoxarifado do escritório serve como arquivo de documentações, com caixas de documentos empilhadas em meio a produtos de limpeza. No segundo andar do prédio há apenas um banheiro, que é o feminino, gerando reclamações dos servidores que só têm um banheiro disponível no primeiro andar.

O refeitório dos servidores tem tamanho inadequado para refeições. Além disso, foram constatadas situações de impedimento de acesso para pessoas com dificuldade de locomoção e idosos, já que as rampas não têm espaço suficiente para a subida de cadeiras de rodas. Os banheiros também não são acessíveis para pessoas com mobilidade reduzida.

A iluminação no edifício é precária, inclusive nas salas em que os servidores atuam e as instalações elétricas têm fios expostos.

O Sindicato dos Servidores Públicos do Estado (Sindipúblicos-ES), que solicitou a vistoria, vem fazendo este trabalho em diversos escritórios de órgãos do governo e, assim como em outros casos, encaminhou o relatório técnico aos órgãos de controle e fiscalização e irá entrar com ações judiciais para que o Idaf cumpra a legislação no que tange a segurança no trabalho.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Missão socialista

Assim como Casagrande, deputado Paulo Foletto mostra que tem sola de sapato para gastar até eleição de 2018

OPINIÃO
Editorial
Não tem almoço nem jantar grátis
Hartung convidou para o banquete palaciano apenas os fiéis que pagaram o jantar ao longo do semestre. Afinal, cada voto a favor do governo tem um valor
Piero Ruschi
Festa de fachada
Comemoração da Sambio evidencia que o Museu Mello Leitão segue precisando de verdadeiros amigos
Renata Oliveira
E agora, Rose?
A senadora sempre trilhou seu caminho político sozinha, mas disputar o governo do Estado é diferente
Geraldo Hasse
Sr. Rolando Boldrin, o Brasil de verdade
A biografia do apresentador de TV louva a autêntica cultura caipira, que vai do baião ao samba
Caetano Roque
Nada de festa
Enquanto não houver democracia interna nos sindicatos não há motivo para comemorar a perpetuações no poder
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Sizino, o pioneiro
Panorama Atual

Roberto Junquilho

O cinismo explícito e a esperança de fora Temer renovada
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

O presente
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Temendo insatisfação da tropa, governo cancela evento para promoções de policiais militares

Não tem almoço nem jantar grátis

Disputa entre Temer e Maia por insatisfeitos do PSB afeta partido no Estado

Pesquisa vai avaliar a qualidade do acesso às informações nos órgãos do Judiciário

Missão socialista