Seculo

 

Ex-controlador da Prefeitura de Águia Branca vai responder à ação de improbidade


18/05/2017 às 17:16
O juiz da Vara Única de Águia Branca (região noroeste), Carlos Magno Telles, determinou o recebimento de uma ação de improbidade contra o ex-controlador do Município, Marlos Aniszesky, e o irmão, acusados pelo uso de veículo público para fins particulares. Na decisão prolatada na última quarta-feira (10), o togado autorizou o processamento da ação devido à “farta documentação acostada à inicial”. A denúncia foi ajuizada pelo Ministério Público Estadual (MPES).

Consta nos autos do processo (0000724-72.2016.8.08.0057), o órgão ministerial alega que os réus atentaram contra os princípios da administração pública pela utilização de um caminhão da Prefeitura para transportar uma máquina pertencente a Flávio Teixeira Aniszewski – que também foi denunciado. De acordo com a ação, os fatos teriam ocorrido em junho de 2016 e foram levados ao conhecimento do MPES pelo então vereador Jean Fedeszen (PMDB).

Na fase de defesa prévia, Marlos alegou que não praticou nenhum ato proibido em lei, citando uma lei municipal que autorizaria o uso do caminhão. Já o irmão do servidor público afirmou que solicitou o serviço pelo fato do caminhão ter retornado vazio após ter efetuado o transporte de outra máquina. A promotoria chegou a requerer o afastamento de Marlos do cargo, porém, o pedido foi negado pelo juízo sob justificativa da perda de objeto – uma vez que ele perdeu seu cargo na nova administração.

Na decisão, o juiz Carlos Magno Telles determinou a citação dos réus para responder às acusações no prazo de 15 dias. Em seguida, o Ministério Público vai se manifestar sobre o teor da resposta.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Precipitou-se

Com um olho em 2018 e outro em 2020, Luciano Rezende antecipou o processo eleitoral, mas esqueceu a Lava Jato. Aí mora o problema.

OPINIÃO
Renata Oliveira
Bicho-papão
O ajuste fiscal de Paulo Hartung precisa do exemplo do Rio de Janeiro tanto para cortar quanto para supervalorizar a liberação de recursos
JR Mignone
Qual rádio ouviria hoje?
Sinceramente, não saberia explicar que tipo de rádio eu ouviria hoje, isto é, que me motivaria a ligar o botão para ouvi-la: uma de notícia ou uma só de música selecionada
Caetano Roque
Pressão neles
O movimento sindical deve conscientizar o trabalhador sobre quem estará na disputa do próximo ano contra ele
Geraldo Hasse
A doença da intolerância
Ela está nos estádios, nos governos, nas igrejas, nos parlamentos, nas ruas, nos tribunais
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Branca, o Teatro e a sala de estar
Panorama Atual

Roberto Junquilho

Fuzis e baionetas, nunca mais!
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Turista acidental
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Precipitou-se

Posse de tucano no Turismo é demonstração interna de força de Colnago

Subseção da OAB-ES cobra esclarecimento sobre atuação de Homero Mafra na defesa de acusado

Justiça Federal determina que 14 municípios adotem ponto eletrônico para médicos e dentistas

Dary Pagung vai fechar a porta para emendas de deputados no orçamento