Seculo

 

O céu é o limite: Vila Velha recebe festival de pipas na Prainha


19/05/2017 às 09:51
O céu do Parque da Prainha vai ficar mais colorido neste domingo (21) a partir das 9h, quando será realizado o 25º Festival de Pipas de Vila Velha, uma atividade que já se consolidou no calendário de eventos do município. O festival será encerrado às 12h. 
 
Além da diversão, os amantes da arte de soltar pipas vão concorrer a várias premiações. Os três primeiros colocados nos quesitos Menor e Maior Pipa Confeccionada, além da Pipa Mais Bonita serão premiados com troféus e medalhas. Mas as pipas devem permanecer no ar por pelo menos durante 30 segundos.
 
Durante o evento também vão acontecer brincadeiras, jogos, distribuição de brindes, como camisetas, linhas, pipas, rabiolas, entre outros. As inscrições gratuitas serão feitas na hora do evento.
 
Soltar pipa é uma brincadeira que atravessa gerações e une pessoas de diferentes idades e na atualidade são vários os tipos de pipas existentes no país. Entre elas estão as planas, confeccionadas de forma reta, as estruturadas com dimensões tridimensionais, e as sem varetas, que não utilizam armações na sua confecção.
 
“É uma forma de lazer saudável que promove o companheirismo e o bem-estar”, afirma Rivas Rivoldete, organizador do evento, mais conhecido como “o rei” da pipa. O festival conta com o apoio da Prefeitura de Vila Velha.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
CMV
Blindagem coletiva

Greve dos professores não reforçou apenas o perfil antidemocrático do prefeito, mas também a omissão da Câmara de Vitória. Só Roberto Martins enxerga o óbvio?

OPINIÃO
Editorial
'Gestão compartilhada'
Ofensiva de Luciano Rezende contra movimento dos professores revela autoritarismo e inabilidade política
Piero Ruschi
Pets: uma questão de responsabilidade socioambiental
Felizes as pessoas que podem ter um animal de estimação! Felizes os animais de estimação que têm um dono responsável!
Gustavo Bastos
Para que Filosofia?
''é melhor existir do que o nada''
Bruno Toledo
Por que negar os Direitos Humanos?
Não há nada de novo nesse discurso verde e amarelo que toma as ruas. É a simples manutenção das bases oligárquicas do Brasil
JR Mignone
O voto facultativo
Atual insatisfação com a política seria uma chance para começar a estudar a implantação do voto facultativo?
Roberto Junquilho
Que novo é esse?
O presidenciável do PRB, Flávio Rocha, apresenta velhas fórmulas de gestão e envolve jovens lideranças
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Para, relógio
MAIS LIDAS

Blindagem coletiva

STF mantém interrupção de pagamento de gratificação a procuradores de Justiça no ES

Que novo é esse?

Professores encerram greve, mas movimento reivindicatório continua em Vitória

MAB: 'Falta organização e profissionalismo na Fundação Renova'