Seculo

 

Quem ajudará?


19/05/2017 às 15:00
Elo mais frágil do sistema político, mas ao mesmo tempo tão importante no processo eleitoral como indutores de votos, os prefeitos vivem momentos de apreensão com tanta movimentação em nível nacional e local. No cenário do Estado, muita gente quer se arvorar de padrinho dos prefeitos, mas a situação política pode colocar, quem diria, nas mãos deles, a escolha.
 
A balançada no Palácio do Planalto preocupa porque a senadora Rose de Freitas (PMDB), que tem acesso livre com ministros e até mesmo com o presidente Michel Temer, consegue com essa relação preciosas emendas para ajudar a prefeitada. Se a porta fechar vai ficar complicado.
 
Rose cultivou durante anos uma quota de prefeitos que garantiu suas eleições. Mas uma coisa é ter Rose de Freitas, a senadora já sinalizou o desejo de disputar a eleição ao governo e aí os prefeitos vão ter de decidir se isso é interessante.
 
No âmbito estadual, o governador, por meio da Secretaria de Agricultura, tem ensaiado a abertura do cofre que tanto blindou na primeira parte de seu mandato. Para tentar salvar sua imagem no Estado, o governador estaria disposto a ajudar os prefeitos, de olho no próximo ano quando vai precisar dos votos do interior, tão decisivos para sua vitoria no embate contra Renato Casagrande (PSB) em 2014.
 
Mas Hartung agora é uma liderança fragilizada. As denúncias de envolvimento com a Odebrecht o tiraram de um pedestal, em que ficava em um patamar diferenciado das demais lideranças do Estado. Mesmo que as informações sejam represadas na Grande Vitória, mais cedo ou mais tarde, o estrago na imagem do governador vai mostrar seu tamanho real.
 
O fato de não ter comparecido à Assembleia para enfrentar seu algoz Sérgio Majeski (PSDB) também pode ter sido uma escolha errada, mostrou fraqueza do governador. Ir para a Europa em meio a uma crise nunca é bem aceito pela população.
 
Os prefeitos que passaram os dois primeiros anos do governo Paulo Hartung enfrentando aperto com os pires vazios na mão, agora se tornam atraentes para o governador e para outras lideranças com interesse na disputa do próximo ano. Neste momento, quem ajudar mais os prefeitos pode ganhar o apoio nos municípios, o que pode ser decisivo.
 
Fragmentos:
 
1 – O senador Ricardo Ferraço (PMDB) suspendeu o calendário da Reforma Trabalhista, mas o líder da maioria da Câmara dos Deputados, Lelo Coimbra, continua tocando o barco. Nesta sexta-feira, ele está em São Roque do Canaã debatendo a importância de avançar no debate.
 
2 – O presidente da OAB-ES, Homero Mafra, repudiou o pronunciamento realizado na tarde desta quinta-feira (18) pelo presidente da República, Michel Temer, sobre as acusações de obstrução da Justiça que vem sendo imputadas a ele.
 
3 – A história de que o prefeito interino de Itapemirim, no sul do Estado, Thiago Peçanha (PSDB) seria uma continuidade do titular Luciano Paiva (Pros) não procede. Ele tem imposto sua postura à frente da prefeitura.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

Até tu?

A situação está tão difícil, que PH almejou fazer uma dobradinha com os senadores Magno Malta e Ricardo Ferraço

OPINIÃO
Editorial
Quem paga a conta senta na cabeceira?
O financiamento pela Arcelor de uma pesquisa da Ufes de R$ 2 milhões acende o alerta sobre a autonomia universitária e a transparência nos acordos entre academia e capital privado
Piero Ruschi
Visita à coleção zoológica de Augusto Ruschi
Visitei a coleção zoológica criada por meu pai e seu túmulo na Estação Biológica. Por um lado, bom, por outro, angústia
JR Mignone
Uma análise
Algumas emissoras, aquelas que detêm alguma ou boa audiência, dedicam-se pouco à situação do país
Geraldo Hasse
Refém do Mercado
O País está preso ao neoliberalismo do tucano Pedro Parente, presidente da BR
Roberto Junquilho
A montagem da cena
Em baixa junto aos prefeitos da Grande Vitória, Hartung dispara para o interior do Estado
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Arrogância também conta?
MAIS LIDAS

Candidatura de Lula à Presidência será lançada neste domingo em Vitória e Serra

Servidores do Ibama e ICMBio no Estado protestam contra loteamento político do órgão

Quem paga a conta senta na cabeceira?

A montagem da cena

Até tu?