Seculo

 

Theodorico Ferraço defende legado de Casagrande na Assembleia


12/06/2017 às 17:37
No final de maio, durante encontro regional do PSB em Cachoeiro de Itapemirim, sul do Estado, o “convidado de honra” veio de fora do partido. O deputado estadual Theodorico Ferraço (DEM) roubou a cena no encontro ao manifestar apoio ao ex-governador Renato Casagrande, projetando que o socialista é virtual candidato ao Palácio Anchieta em 2018. “Daqui pra frente, só não estarei ao lado de Casagrande se ele não quiser”, avisou. 
 
Na sessão desta segunda-feira (12) na Assembleia o deputado mostrou que o apoio não era só da boca pra fora. Desde que anunciou o apoio ao socialista, Ferraço fez a primeira intervenção em defesa do mandato do ex-governador. O deputado do DEM lembrou que o então governador do PSB conquistou importantes linhas de empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), já prevendo que esse reforço no caixa poderia compensar as perdas impostas pelo fim do Fundo de Desenvolvimento das Atividades Portuárias (Fundap). 
 
O ex-presidente da Assembleia se referia ao empréstimo de R$ 3 bilhões contraído junto ao BNDES. Ferraço justificou que alguns projetos que seriam financiados com esses recursos não chegaram a ser concluídos, porque não houve tempo, e foram transferidos para a gestão atual. O deputado criticou a gestão do governador Paulo Hartung, que teria abandonado alguns projetos do antecessor e dado prosseguimento apenas aos que lhe interessavam politicamente. 
 
Ferraço, após esclarecer que falava com propriedade porque não havia feito parte do palanque que elegeu Casagrande — do que disse se arrepender —, afirmou que as obras que foram retomadas agora só estão andando graças a esse empréstimo. 
 
A defesa de Ferraço ao legado do socialista talvez tenha sido feita pela primeira vez como sempre sonhou o ex-governador. O partido tem dois deputados na Assembleia: Freitas e Bruno Lamas. O primeiro até tem se esforçado para defender o mandato de Casagrande. Já o segundo, abre mão da defesa sempre que o assunto esbarra nos interesses do atual governo. 
 
Considerando a imprevisibilidade de Ferraço, é difícil prever qual a longevidade desse apoio, mas Casagrande ganha, ao menos por enquanto, um defensor de peso na Assembleia.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Declaração de guerra

Luciano Rezende inflou tanto a candidatura de Denninho, para se livrar da única oposição que sofria na Câmara, que acabou arrumando um problemão dentro de casa

OPINIÃO
Editorial
Operação seletiva
Mandado de busca coletivo cumprido nesta quinta (17) em Jesus de Nazareth viola Estado Democrático de Direito
Renata Oliveira
Estilhaços da bomba
O programa do PSDB Nacional foi demolidor e serve bem ao discurso palaciano para o processo eleitoral de 2018
Geraldo Hasse
Pedalando rumo ao Norte
Até quando os brasileiros se deixarão governar por quem não os representa?
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Sizino, o pioneiro
Panorama Atual

Roberto Junquilho

A Força Nacional e o marketing de uma falsa segurança
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

A árvore da via
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Tribunal condena promotor que alterou depoimento de testemunha em caso de ‘rachid’

Polícia Federal investiga superfaturamento de contrato em Cariacica

Universitários guaranis realizam encontro sobre saúde e saberes tradicionais

Declaração de guerra

Ex-prefeitos de São Gabriel da Palha viram réus em ação de improbidade