Seculo

 

Novos tempos?


06/07/2017 às 12:04

A posição da Mesa Diretora da Assembleia de não colocar em votação o Projeto de Lei 238/2017, que flexibiliza a utilização dos recursos dos royalties sobre o petróleo e gás para 67 municípios do Estado, é uma defesa da imagem do Poder Legislativo como uma casa independente e não mera extensão do Executivo. Mas, isso terá consequências.

O governador reuniu prefeitos e deputados na semana passada na cerimônia de assinatura para o envio do projeto à Casa, passando a mansagem de que o assunto estava resolvido ali mesmo. A impressão era de que a aprovação do projeto era apenas protocolar, o que diminuía visivelmente a importância da Assembleia nesse processo.

A posição de Erick Musso deve repercutir diretamente no Palácio Anchieta. Para além de uma resposta ao boicote dos prefeitos ao encontro na Assembleia, a estratégia pode ser entendida como um recado ao governo de que primeiro é preciso combinar com a Assembleia. Se antes o governador se reunia com o presidente da Casa e resolvia todas as questões que estivem pendentes, sem combinar com mais ninguém, o episódio dessa quarta (5) retrata outra realidade.

O recado passado foi bem claro, de que o momento da Assembleia é de autoproteção. Agora a pressão está com os prefeitos. Se quiserem o dinheiro não basta apenas beijar a mão do governador, é preciso prestigiar a Assembleia. E não se trata de vaidade, os deputados estão preocupados com 2018 e assinar cheques em branco para os prefeitos não é uma posição que fortalecerá os parlamentares com suas bases.

É preciso acompanhar o movimento do Palácio nesse momento. Para não parecer que sucumbiu à exigência do Legislativo, o governo pode vir a pressionar a base para que o projeto seja colocado em votação sem a necessidade do debate com os prefeitos. Aí a dúvida é se os deputados vão manter sua posição, que hoje é unificada no plenário, ou se vão sucumbir à pressão palaciana e cobrar da Mesa Diretora a votação da matéria.

Outro detalhe que merece ser observado nesse processo é um possível embate dentro do governo entre os chefes de Gabinete, Paulo Roberto e da Casa Civil, José Carlos da Fonseca Júnior. A cara de José Carlos da Fonseca na Assembleia não era de satisfação com o boicote. E o governador Paulo Hartung, que quer se fortalecer no interior e agora precisa da Assembleia para continuar seu projeto? Essa história ainda deve render.
 
Fragmentos:

1 – O deputado federal Marcus Vicente (PP) foi reconduzido à coordenação da bancada capixaba. Ele fica no posto até o fim desta legislatura, que termina em 31 de janeiro de 2018.

2 – O vereador Guto Lorenzoni (PP), atual líder do prefeito na Câmara da Serra, assumirá a Secretaria de Serviços nesta quinta-feira (06) às 15 horas na Prefeitura da Serra. Em seu lugar deve assumir o primeiro suplente da coligação PP/REDE/PMDB, Ericson Duarte (REDE).

3 – A Câmara de Anchieta, no litoral sul do Estado, deu início nessa terça-feira (4) a uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar crimes ambientais da Companhia Espírito-Santense de Saneamento (Cesan). Há denúncias de despejo de esgoto no rio Beneventes. Farão parte do grupo os vereadores Beto Caliman (presidente), Alexandre Assad (relator) e José Maria Brandão (membro).

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

De demolidor a demolido

Até outro dia, o MDB era o partido mais importante do Estado, mas entrou em agonia com a interferência de PH

OPINIÃO
Piero Ruschi
O Governo do ES e seu amor antigo ao desamparo ambiental
Mais um ''Dia Mundial do Meio Ambiente'' se passou. Foi um dia de ''comemoração'' (política)
Bruno Toledo
Estado sem PIEDADE!
As tragédias que se sucedem no Morro da Piedade sintetizam as contradições mais evidentes e brutais do modelo de sociedade e de Estado que estamos mergulhados
Geraldo Hasse
Mundo velho sem catraca
Cinquenta anos depois, é possível fazer um curso técnico por correspondência via internet
Roberto Junquilho
Hartung, o suspense
O governador Paulo Hartung mantém o suspense e pode até não disputar a reeleição em 2018
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Uma revoada de colibris
MAIS LIDAS

Visita de interlocutores de Hartung a Rodrigo Maia sinaliza mudança de cenário

Contrato do governo do Estado com a Cetesb sobre poluição do ar continua sigiloso

Juiz Leopoldo mais próximo de ir a Júri Popular por assassinato de Alexandre Martins

LDO será votada na próxima segunda-feira na Assembleia

Hartung, o suspense