Seculo

 

CPI dos Guinchos cobra serviço de guincho em Vitória


10/07/2017 às 16:40
Na sessão desta segunda-feira (10) da CPI da Máfia dos Guinchos, o presidente Enivaldo dos Anjos (PSD) cobrou da Prefeitura de Vitória a realização de serviço de guinchamento de veículos, desde que o serviço não seja terceirizado. A CPI ouviu secretário municipal de Segurança Urbana, Fronzio Calheira Mota, e o subsecretário Luiz Roberto Ramalhete e o subsecretário da Guarda Civil Municipal, Edvandro Sipolatti Esguersoni. 
 
Entre os integrantes da comissão, apenas Enivaldo compareceu. A relatora Janete de Sá (PMN) e o vice-presidente Marcelo Santos (PMDB) não compareceram.
 
Os convocados informaram que, atualmente, a prefeitura da capital não tem contrato para guinchamento de veículos. Uma situação que, segundo Fronzio Calheira, não é exclusiva de Vitória. “Todos os municípios da Grande Vitória estão sem contrato de guincho. E o mais complicado é onde deixar o veículo”, disse. 
 
Enivaldo, disse, no entanto, que o poder público tem que tomar providências contra o motorista irregular, que, por exemplo, estaciona na frente de uma garagem. O presidente da CPI rejeitou a terceirização do serviço de guinchamento por considerar que tais modalidades desfalcam o erário.
 
A sessão não debateu a suspeita de cobrança de multas de forma irregular por parte de agentes de trânsito municipais. Na próxima segunda-feira (17), o membros da CI irão se reunir com representantes do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-ES).

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

De demolidor a demolido

Até outro dia, o MDB era o partido mais importante do Estado, mas entrou em agonia com a interferência de PH

OPINIÃO
Piero Ruschi
O Governo do ES e seu amor antigo ao desamparo ambiental
Mais um ''Dia Mundial do Meio Ambiente'' se passou. Foi um dia de ''comemoração'' (política)
Bruno Toledo
Estado sem PIEDADE!
As tragédias que se sucedem no Morro da Piedade sintetizam as contradições mais evidentes e brutais do modelo de sociedade e de Estado que estamos mergulhados
Geraldo Hasse
Mundo velho sem catraca
Cinquenta anos depois, é possível fazer um curso técnico por correspondência via internet
Roberto Junquilho
Hartung, o suspense
O governador Paulo Hartung mantém o suspense e pode até não disputar a reeleição em 2018
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Uma revoada de colibris
MAIS LIDAS

Visita de interlocutores de Hartung a Rodrigo Maia sinaliza mudança de cenário

Contrato do governo do Estado com a Cetesb sobre poluição do ar continua sigiloso

Juiz Leopoldo mais próximo de ir a Júri Popular por assassinato de Alexandre Martins

LDO será votada na próxima segunda-feira na Assembleia

Hartung, o suspense