Seculo

 

CPI dos Guinchos cobra serviço de guincho em Vitória


10/07/2017 às 16:40
Na sessão desta segunda-feira (10) da CPI da Máfia dos Guinchos, o presidente Enivaldo dos Anjos (PSD) cobrou da Prefeitura de Vitória a realização de serviço de guinchamento de veículos, desde que o serviço não seja terceirizado. A CPI ouviu secretário municipal de Segurança Urbana, Fronzio Calheira Mota, e o subsecretário Luiz Roberto Ramalhete e o subsecretário da Guarda Civil Municipal, Edvandro Sipolatti Esguersoni. 
 
Entre os integrantes da comissão, apenas Enivaldo compareceu. A relatora Janete de Sá (PMN) e o vice-presidente Marcelo Santos (PMDB) não compareceram.
 
Os convocados informaram que, atualmente, a prefeitura da capital não tem contrato para guinchamento de veículos. Uma situação que, segundo Fronzio Calheira, não é exclusiva de Vitória. “Todos os municípios da Grande Vitória estão sem contrato de guincho. E o mais complicado é onde deixar o veículo”, disse. 
 
Enivaldo, disse, no entanto, que o poder público tem que tomar providências contra o motorista irregular, que, por exemplo, estaciona na frente de uma garagem. O presidente da CPI rejeitou a terceirização do serviço de guinchamento por considerar que tais modalidades desfalcam o erário.
 
A sessão não debateu a suspeita de cobrança de multas de forma irregular por parte de agentes de trânsito municipais. Na próxima segunda-feira (17), o membros da CI irão se reunir com representantes do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-ES).

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Precipitou-se

Com um olho em 2018 e outro em 2020, Luciano Rezende antecipou o processo eleitoral, mas esqueceu a Lava Jato. Aí mora o problema.

OPINIÃO
Renata Oliveira
Bicho-papão
O ajuste fiscal de Paulo Hartung precisa do exemplo do Rio de Janeiro tanto para cortar quanto para supervalorizar a liberação de recursos
JR Mignone
Qual rádio ouviria hoje?
Sinceramente, não saberia explicar que tipo de rádio eu ouviria hoje, isto é, que me motivaria a ligar o botão para ouvi-la: uma de notícia ou uma só de música selecionada
Caetano Roque
Pressão neles
O movimento sindical deve conscientizar o trabalhador sobre quem estará na disputa do próximo ano contra ele
Geraldo Hasse
A doença da intolerância
Ela está nos estádios, nos governos, nas igrejas, nos parlamentos, nas ruas, nos tribunais
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Branca, o Teatro e a sala de estar
Panorama Atual

Roberto Junquilho

Fuzis e baionetas, nunca mais!
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Turista acidental
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Precipitou-se

Posse de tucano no Turismo é demonstração interna de força de Colnago

Justiça Federal determina que 14 municípios adotem ponto eletrônico para médicos e dentistas

Subseção da OAB-ES cobra esclarecimento sobre atuação de Homero Mafra na defesa de acusado

Dary Pagung vai fechar a porta para emendas de deputados no orçamento