Seculo

 

Em construção


17/07/2017 às 18:38
O projeto que ganha força no PSDB em defesa de uma candidatura ao governo do Estado do deputado estadual Sérgio Majeski, em 2018, teria começado ainda naquele movimento de resistência à entrada na sigla do governador Paulo Hartung (PMDB) em março último. O pé na porta, como dizem nos bastidores, foi atribuído até mesmo ao senador Ricardo Ferraço, que engrossaria essa articulação interna pró-Majeski, apostando na ideia do “novo”. A candidatura ao governo do deputado acomodaria o projeto de reeleição de Ferraço ao Senado, dentro dessa construção de apresentar um nome sem a marca da política tradicional e com aceitação no eleitorado, principalmente considerando o atual momento do País. Paralelo a essa articulação, tem ainda o deputado estadual Theodorico Ferraço, que é do DEM, mas com postura independente, e também conversa sobre mudança de partido – PSDB ou PSB. Como já manifestou diversas vezes que a prioridade da família é a reeleição do filho ao Senado, consolidada essa estratégia do “novo”, o próprio Theodorico poderia reforçar a legenda tucana. Isso tudo, porém, somente com Hartung bem distante do ninho. 
Divisões
A entrada do governador no PSDB, como se sabe, faz parte de uma costuma maior, que envolve a mobilização em torno na ascensão à Presidência da República do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo aia (DEM-RJ). Mesmo assim, está longe de ser unanimidade.
Expert
Por falar nisso, de Majeski, no Facebook: “Posto fantasma de Mimoso do Sul, Cais das Artes, incentivos fiscais irregulares, contratos obscuros das secretarias, empréstimos a empresários suspeitos.. assim são as ‘brilhantes gestões’ hartunguistas. O nosso dinheiro indo para o lixo enquanto o caos se instala na saúde, educação e segurança”.
Já vi esse filme
Corre à boca miúda no mercado político que o governo Hartung exonerou comissionados do deputado estadual Padre Honório (PT) em municípios no norte e noroeste do Estado. Seria uma reação por ele votar contra o governo em projetos que tramitam na Casa. O mais recente, que muda normas de promoção da carreira de praças e oficiais da PM e Corpo de Bombeiros.
Já vi esse filme II
Há poucos dias, esse também foi um dos berros do casal Theodorico e Norma Ayub, rompidos com o governador. Em meio à polêmica da visita a Hartung feita por Rodrigo Maia, ecoou a exoneração de indicados pelo ex-presidente da Assembleia, que ocupavam cargos desde a gestão passada. 
Juntinhos
Final de semana agora sempre tem inaugurações do Programa Caminhos do Campo. Desta vez foi em Viana, onde Hartung posou ao lado do prefeito Gilson Daniel (Podemos). Aliás, Gilson esqueceu, mesmo, aquela indignação toda em relação ao governador após ser “tratorado” na disputa da Associação dos Municípios do Estado (Amunes).
Votos
O deputado federal Marcus Vicente (PP) também entrou no jogo de destinar recursos para as prefeituras capixabas. Pequenas quantias, pequenos municípios, mas que costumam ter grande efeito na soma de votos em eleição. Já são mestres nessa arte eleitoral o governador e a senadora Rose de Freitas (PMDB). 
Sem bolo
Depois da Assembleia, o Tribunal de Justiça (TJES) e o Ministério Público de Contas (MPC-ES) é que convidam os prefeitos dos 78 municípios capixabas ( extensivo a secretários municipais da Fazenda e procuradores gerais) para evento no Salão Pleno do TJES. Na próxima segunda-feira (24), às 13 horas, com o tema “execução fiscal”. Será que vão levar bolo?
Direção
O ex-vereador de São Mateus, Enéias Zanelato (PT), abriu mão da disputa à reeleição no ano passado para abrir campo à sua mulher, Jaciara Teixeira, eleita pelo mesmo partido. Mas, o que circula no município, é que ele continua ativo, inclusive considerado um dos principais “suportes” à gestão do prefeito Daniel da Açai (PSDB).
Corda bamba
E Daniel precisa de suporte, hein! Desde o início do processo de salinização no município, o prefeito passou a distribuir água mineral à população por sua empresa. Ficou popular, foi assediado para ser candidato, aceitou e logo se viu na sinuca de bico: mantêm a distribuição ou deixa os moradores na mão? Resolveu manter, ganhou a disputa e agora está encalacrado na Justiça. Se corresse o bicho pegava, se ficasse o bicho comia. Comeu!
Nas redes
“Hoje [segunda-feira, 17], às 19 horas, estarei na Câmara de Vereadores de Pinheiros debatendo com a população do município e região a conjuntura nacional e o desenvolvimento local”. (Ex-governador Renato Casagrande  – PSB – no Facebook).
PENSAMENTO:
“O tumulto é a linguagem daqueles que ninguém entende”. Martin Luther King

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Fazendo escola

Temer em Brasília, Hartung e Luciano Rezende no Espírito Santo: retaliações a quem anda “fora da linha” nunca estiveram tão na moda como agora

OPINIÃO
Editorial
Em causa própria
Promotor Marcelo Zenkner usa cargo público para promover projeto pessoal
Piero Ruschi
Festa de fachada
Comemoração da Sambio evidencia que o Museu Mello Leitão segue precisando de verdadeiros amigos
Renata Oliveira
Pela emoção
Magno Malta sempre tem uma carta na manga para a disputa eleitoral. Mas desta vez o cenário é diferente
JR Mignone
O repórter e a polícia
A vítima não foi repórter, foi a professora
Caetano Roque
Inversão de papéis
O movimento sindical foi dar uma de direita e agora perdeu o caminho da rua
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Sizino, o pioneiro
Panorama Atual

Roberto Junquilho

O cinismo explícito e a esperança de fora Temer renovada
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

O tempo entre as vírgulas
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Família busca indenização por morte de jovem em unidade prisional

Grupo de Luciano tenta sufocar oposição com corte de cargos

PP classifica como 'desproporcional' críticas de vereador contra Hartung

Hartung e Casagrande seguem disputando espaço no interior

Fazendo escola