Seculo

 

Deu tudo errado


01/08/2017 às 12:15
Na cabeça do governador, a semana tinha tudo para dar certo. Hartung foi a Brasília na semana passada, combinou a vinda do ministro dos Transportes, Maurício Quintella, com o intuito de sair como o agente político que resolveu o problema da BR-101. Não contava que Rose de Freitas (PMDB) teria mais prestígio com a bancada e com o governo federal. A senadora acabou se saindo bem na reunião de trabalho. De outro lado, o encontro promovido pelo governador no Palácio Anchieta ficou parecendo protocolar e rançoso. 
 
O segundo tropeço também começou com a entrevista exclusiva do governador à edição dominical do jornal A Tribuna sobre a concessão do auxílio-alimentação aos servidores que recebem por subsídio. O anúncio, na estratégia do governador, tinha tudo para parecer um pacote de bondades. Achou que ninguém iria mencionar o fato de que ele só está cumprindo uma decisão judicial, em que os servidores públicos, depois de oito anos de queda de braço com o Palácio Anchieta, saíram vencedores. 
 
O terceiro infortúnio veio com a Lava Jato. Tinha tudo para todo mundo esquecer que Hartung é um dos nove governadores citados na operação Lava Jato, acusado por ex-executivos da Odebrecht de ter negociado recursos de “caixa dois” para campanhas eleitorais de aliados, mas a Procuradoria-Geral da República (PGR) anunciou que está enviando por estes dias, denúncia ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). 
 
A semana prometia ser gloriosa para o governador Paulo Hartung, mas está se tornando bem desagradável. É verdade que a questão da BR-101 ficou meio restrita, mas o ruído interno pode estourar mais à frente. É verdade que a Assembleia vai fazer seu papel de base, aprovando o projeto de lei que estende o auxílio-alimentação a todos os servidores sem questionamentos. Mas há aqueles deputados descontentes que vão, certamente, apresentar emenda para que o governo pague o retroativo sobre o benefício. Isso significa mais desgaste. 
 
Quanto à Lava Jato, é verdade que o STJ pode arquivar o processo, mas o holofote que será jogado no caso com a entrega da denúncia vai arranhar ainda mais a imagem do governador tanto no Estado quanto fora dele. 
 
Hartung enfrenta um momento de crise de imagem, tenta se fortalecer no cenário estadual. Ficou sem apoio de lideranças que antes não hesitariam em estar ao seu lado, tenta encontrar um espaço de disputa para 2018, mas vê adversários em potencial se fortalecendo enquanto ele perde poder de fogo. Como diria o locutor esportivo, Milton Leite: “Que fase”!
 
Fragmentos:
 
1 – O deputado estadual Bruno Lamas deixará a presidência do PSB da Serra. O partido realiza seu congresso municipal no próximo dia 19, no Singo's Clube, em Jardim Limoeiro, e a tendência, segundo o jornal Tempo Novo, é de que o ex-vereador Marcos Tongo assuma o controle da sigla. Isso não significa, porém, que o parlamentar vá perde o controle do ninho da pomba, já que Tongo é seu aliado político.
 
2 – Depois de ficar de licença médica por 14 dias, a prefeita Vera Costa reassumiu a administração do município de Guaçuí, no sul do Estado, nessa segunda-feira (31). Vera Costa precisou se ausentar devido ao tratamento de uma labirintite e, neste período, o município foi administrado pelo vice-prefeito Miguel Riva. Na última sexta-feira (28), em uma sessão solene na Câmara, o interino pediu união do Legislativo e do Executivo da cidade. 
 
3 – A deputada federal Norma Ayub (DEM) protocolou, na manhã desta terça-feira (1), na Capitania dos Portos do Espírito Santo, um ofício pedindo que a Marinha do Brasil continue o trabalho de busca pelos três jovens pescadores de Itapemirim, que estavam na embarcação “Kairos”, que naufragou na última quarta-feira, na bacia de Campos (RJ).

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Só rabo preso

Se Majeski não conseguir acomodação para alçar voos mais altos em 2018, mercado já irá considerar Hartung reeleito no Estado. Assim, de mão beijada?

OPINIÃO
Piero Ruschi
Instituto Nacional Imoral da Mata Atlântica
O longo caminho até esse crime contra o patrimônio cultural foi repleto de ações tão indecorosas quanto seu indigno desfecho
Renata Oliveira
Hartung, o economista
O governador vem sendo incluído em uma casta de pensadores da economia brasileira; grupo arregimentado por Rodrigo Maia
JR Mignone
Radiamadores
Os radioamadores continuam na sua ação principal, aquela de ajudar, informar, localizar, conhecer e explorar as distâncias
Caetano Roque
Uma questão de adequação
A CUT capixaba tem que analisar onde está seu erro e como consertar a saída das ruas
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Sizino, o pioneiro
Panorama Atual

Roberto Junquilho

A Força Nacional e o marketing de uma falsa segurança
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

A árvore da via
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Só rabo preso

Parte dos tucanos quer Majeski como opositor de Hartung, mas PSDB não assume candidatura

Sejus rescinde contrato com empresa que forneceu comida imprópria a presos

Ministério Público arquiva inquérito contra ex-prefeito da Serra

Tribunal absolve funcionária pública acusada de acúmulo indevido de cargos