Seculo

 

STJ arquiva investigação contra o governador Paulo Hartung


07/08/2017 às 22:44
O governador Paulo Hartung (PMDB) não é mais um dos investigados da Lava Jato. O ministro Felix Fischer acolheu parecer do Ministério Público Federal (MPF) pelo arquivamento da investigação contra o governador. O parecer do MPF chegou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) na última sexta-feira (4) e ainda, no mesmo dia, recebeu decisão de Fischer pelo arquivamento. 
 
A denúncia apurava a delação do ex-executivo da Odebrecht Benedicto Júnior, o BJ, que afirmou, em abril deste ano, que teria repassado R$ 1.080 milhão nas campanhas eleitorais de 2010 e 2012, as quais Hartung não disputou, mas participou do processo eleitoral, apoiando candidatos. 
 
No documento que pede o arquivamento, o MPF admite que se trata “de doação de campanha não contabilizada”, mas pondera, porém, que não se cogita corrupção. E acrescenta: “além de referidas doações terem sido destinadas a terceiros, não houve solicitação de vantagem indevida em contrapartida”. 
 
Ao analisar especificamente “a doação não contabilizada”, também conhecida como “caixa 2”, no caso, crime eleitoral, o MPF entende que caberia à Odebrecht e não a Hartung (solicitante), o dever de declarar oficialmente a doação. Para o MPF, o governador não pode ser “responsabilizado criminalmente por eventual omissão dos beneficiários [no caso os candidatos que receberam recursos oriundos da doação da empreiteira] e de suas ingerências políticas”. 
 
O ministro-relator Felix Fischer acolhe o parecer pelo arquivamento com base no art.18 do Código do Processo Penal (Salvo os casos expressos em lei, ninguém pode ser punido por fato previsto como crime, senão quando o pratica dolosamente). 
 
O ministro afirma que o caso poderá voltar a ser investigado se surgirem novos elementos probatórios. 

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
'Devoção' cega

Enquanto lideranças partidárias ecoam o ‘Volta Hartung’, o próprio lava as mãos e deixa seu exército fiel em apuros nas eleições deste ano

OPINIÃO
Erfen Santos
O Cidadão Ilustre
O filme suscita reflexões pertinentes sobre prêmios literários como o Nobel, que rejeitou grandes escritores
Geraldo Hasse
Notícias do fundo do poço
Se não ceder às pressões externas, a Petrobras pode voltar a liderar a economia
JR Mignone
A importância das eleições
Cada empresa de comunicação tem de se esmerar nas campanhas, sem partido ou cores políticas
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Além das lágrimas
MAIS LIDAS

Ministério Público investiga suspeita de cartel em licitações da Secretaria de Agricultura

Amancio, um cantador da capoeira

Vagas no Senado viram a grande disputa deste ano no Espírito Santo

A quadrilha democrática da Rua Sete

Contratação do Instituto da Mata Atlântica gera PAD contra gerente do Iema