Seculo

 

STJ arquiva investigação contra o governador Paulo Hartung


07/08/2017 às 22:44
O governador Paulo Hartung (PMDB) não é mais um dos investigados da Lava Jato. O ministro Felix Fischer acolheu parecer do Ministério Público Federal (MPF) pelo arquivamento da investigação contra o governador. O parecer do MPF chegou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) na última sexta-feira (4) e ainda, no mesmo dia, recebeu decisão de Fischer pelo arquivamento. 
 
A denúncia apurava a delação do ex-executivo da Odebrecht Benedicto Júnior, o BJ, que afirmou, em abril deste ano, que teria repassado R$ 1.080 milhão nas campanhas eleitorais de 2010 e 2012, as quais Hartung não disputou, mas participou do processo eleitoral, apoiando candidatos. 
 
No documento que pede o arquivamento, o MPF admite que se trata “de doação de campanha não contabilizada”, mas pondera, porém, que não se cogita corrupção. E acrescenta: “além de referidas doações terem sido destinadas a terceiros, não houve solicitação de vantagem indevida em contrapartida”. 
 
Ao analisar especificamente “a doação não contabilizada”, também conhecida como “caixa 2”, no caso, crime eleitoral, o MPF entende que caberia à Odebrecht e não a Hartung (solicitante), o dever de declarar oficialmente a doação. Para o MPF, o governador não pode ser “responsabilizado criminalmente por eventual omissão dos beneficiários [no caso os candidatos que receberam recursos oriundos da doação da empreiteira] e de suas ingerências políticas”. 
 
O ministro-relator Felix Fischer acolhe o parecer pelo arquivamento com base no art.18 do Código do Processo Penal (Salvo os casos expressos em lei, ninguém pode ser punido por fato previsto como crime, senão quando o pratica dolosamente). 
 
O ministro afirma que o caso poderá voltar a ser investigado se surgirem novos elementos probatórios. 

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

Disputa indefinida

Hoje, a raia que tem a linha de chegada no Palácio Anchieta tem apenas dois competidores: PH e Rose. O campo de oposição às lideranças de perfil tradicional ainda está aberto

OPINIÃO
Editorial
Operação seletiva
Mandado de busca coletivo cumprido nesta quinta (17) em Jesus de Nazareth viola Estado Democrático de Direito
Renata Oliveira
A escolha de Sofia
Os prefeitos do Estado têm de escolher entre Rose de Freitas ou Paulo Hartung
JR Mignone
Radiamadores
Os radioamadores continuam na sua ação principal, aquela de ajudar, informar, localizar, conhecer e explorar as distâncias
Geraldo Hasse
Pedalando rumo ao Norte
Até quando os brasileiros se deixarão governar por quem não os representa?
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Sizino, o pioneiro
Panorama Atual

Roberto Junquilho

A Força Nacional e o marketing de uma falsa segurança
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Sopa de Letrinhas
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Disputa indefinida

Mexer no PDU pode custar caro aos vereadores

À medida que a eleição se aproxima, perfil da equipe de Hartung se torna mais político

Justiça recebe ação penal contra ex-prefeito e vereadores de Barra de São Francisco

'Agricultura e cultura no nosso quilombo é a mesma coisa'