Seculo

 

Guerra de narrativas


09/08/2017 às 11:49
O governador Paulo Hartung aproveitou o evento de lançamento de editais de incentivo à pesquisa científica para mandar o recado. Aliviado após conseguir se livrar da denúncia de recebimento de caixa dois, que foi arquivada no Superior Tribunal de Justiça, o peemedebista, criticou o que chamou de “narrativas fantasiosas”. 
 
Mas ao mesmo tempo, ele e seus aliados vêm investindo em uma narrativa que deve ser repetida muitas vezes até o processo eleitoral do próximo ano: a da separação do joio do trigo. A frase é caricata e pode ajudar a desgrudar o selo da Lava Jato, que ele sabe, não sai com água morna. Uma vez citado, não precisa ser condenado, não precisa sequer ter inquérito, o eleitor mesmo já faz seu julgamento. 
 
Por isso, todo cuidado neste momento é pouco. Daí não dar entrevista e correr o risco de ser confrontado. Hartung se livra de um processo judicial que poderia complicar não só seu projeto eleitoral de 2018, mas também sua governabilidade, mas ainda não voltou ao pedestal de antes, ainda precisa de capilaridade. Melhor evitar os embates e continuar andando mais do que notícia ruim no interior, fazendo entregas e se fortalecendo. 
 
Embora alguns entusiastas ainda insistam que Hartung é um exemplo para o País e que seu está entra nas discussões nacionais, a coisa não é bem assim. O governador vem tentando se aproximar das lideranças nacionais, mas a impressão do mercado é que seus momentos hoje se limitam a limpar o campo para garantir uma campanha eleitoral tranquila e única ao governo do Estado. 
 
Já para o ex-governador Renato Casagrande (PSB) a situação se complicou. Não chega a ser um xeque mate, mas vai ficar difícil, sem uma vitrine, convencer o eleitor de que não é investigado. É verdade, ele não é investigado, ainda. Mas Hartung agora está um passo à frente e tem agora uma arma para pressionar Casagrande ao tão acordo que ele estaria tentando estabelecer por meio de interlocutores com o socialista, que por sua vez se mostra reticente
 
Se Casagrande conseguir se livrar também da denúncia – e o arquivamento da sindicância contra Hartung ajuda nisso – ele se fortalece, mas por enquanto, na guerra de narrativas, a de Hartung, do joio e do trigo, está se sobressaindo. 
 
Fragmentos: 
 
1 – O Tribunal Regional Eleitoral publicou no Diário da corte nesta quarta-feira (9), uma resolução disciplinando a arrecadação e a aplicação de recursos na campanha eleitoral extemporânea, de Fundão.  A nova eleição no município será no dia 1 de outubro e a campanha eleitoral estará liberada a partir do dia 1 de setembro.
 
2 – O deputado estadual Bruno Lamas (PSB) cometeu dois atos falhos: o primeiro a desprestigiar o ex-governador Renato Casagrande, de seu partido, ao dizer que Hartung foi o primeiro governador a ter coragem de mandar o projeto do auxílio-alimentação para a Assembleia.
 
3 – O segundo ato falho é que o deputado se esqueceu que a matéria só foi mandada para a Assembleia, porque Hartung estava prestes a perder a batalha judicial na segunda instância e que foi o próprio governador quem cortou o benefício em 2009, quando adotou a modalidade de pagamento por subsídio. 

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Só rabo preso

Se Majeski não conseguir acomodação para alçar voos mais altos em 2018, mercado já irá considerar Hartung reeleito no Estado. Assim, de mão beijada?

OPINIÃO
Piero Ruschi
Instituto Nacional Imoral da Mata Atlântica
O longo caminho até esse crime contra o patrimônio cultural foi repleto de ações tão indecorosas quanto seu indigno desfecho
Renata Oliveira
Hartung, o economista
O governador vem sendo incluído em uma casta de pensadores da economia brasileira; grupo arregimentado por Rodrigo Maia
JR Mignone
Radiamadores
Os radioamadores continuam na sua ação principal, aquela de ajudar, informar, localizar, conhecer e explorar as distâncias
Caetano Roque
Uma questão de adequação
A CUT capixaba tem que analisar onde está seu erro e como consertar a saída das ruas
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Sizino, o pioneiro
Panorama Atual

Roberto Junquilho

A Força Nacional e o marketing de uma falsa segurança
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

A árvore da via
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Só rabo preso

Parte dos tucanos quer Majeski como opositor de Hartung, mas PSDB não assume candidatura

Sejus rescinde contrato com empresa que forneceu comida imprópria a presos

Ministério Público arquiva inquérito contra ex-prefeito da Serra

Tribunal absolve funcionária pública acusada de acúmulo indevido de cargos