Seculo

 

CPI dos Maus Tratos pode ser nova bandeira de Magno Malta para 2018


09/08/2017 às 16:27
O senador Magno Malta (PR) foi eleito presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Senado, que investigará maus-tratos contra crianças e adolescentes. Segundo o senador, são inúmeras as denúncias que a imprensa apresenta todos os dias de maus-tratos contra crianças no Brasil. Ele ainda lembra que na maioria dos casos os agressores são pessoas que deveriam proteger os menores.
 
Politicamente, a CPI vem num momento propício para o senador que busca fortalecimento para 2018. No Estado, Malta não teria mais a mesma capilaridade de suas duas campanhas passadas. Na primeira foi eleito com o combate ao narcotráfico, mas foi a CPI da Pedofilia que fez com que o parlamentar ficasse conhecido nacionalmente. 
 
Na disputa de 2010, Malta disputou com a bandeira da redução da maioridade penal, promessa que não pode cumprir, até porque isso dependeria de uma mudança na Constituição. Neste sentido, o senador perdeu o apoio de parte do eleitor capixaba. Além disso, Malta fez apostas erradas em 2014, primeiro insinuando o desejo de disputar o governo do Estado, o que fez seu partido encolher. Depois tentou sem sucesso entrar na disputa a presidente da República, mas não conseguiu convencer a cúpula nacional do PR. 
 
O senador tentou emplacar algumas bandeiras, mas ainda não havia encontrado uma com seu perfil. Com discurso fácil e de grande aderência, o senador à frente da CPI dos Maus-Tratos de Crianças com foco em adequar a legislação, pode ser um trunfo em seu novo projeto de tentar emplacar a vice, na chapa a presidente do ultraconservador Jair Bolsonaro (PSC, de saída para o PEN). 
 
Malta que também é proponente do controverso projeto “Escola Sem Partido”, no Senado, diz que a ideia é mudar a legislação para “proteger as crianças e adolescentes”. E sua dedicação à nova bandeira será total. “Vou pedir licença em algumas comissões que já sou titular no Senado e focarei minha atenção nesta Comissão que já recebeu muitas denúncias de maus tratos contra crianças que precisam de investigação. Vamos convocar ministros, promotores, juízes, delegados, médicos e diversas autoridades que já operam nesta área. A luta já começou”, disse Magno Malta.
 
Malta pretende desenvolver os trabalhos da comissão em eixos estratégicos, investigando a automutilação e suicídio de crianças e adolescentes; abuso, exploração e violência sexual contra crianças e adolescentes; maus tratos em abrigos, creches e instituições afins; violência contra crianças indígenas e exploração de trabalho Infantil.
 
“Acreditamos que a CPI terá abrangência internacional já que vamos ouvir os diretores do WhatsApp, facebook, google e abriremos novamente a caixa preta da internet. Depois desta CPI, com certeza, teremos uma nova legislação para crimes contra crianças e jovens no pais. São muitos abusos e descasos contra crianças que serão apurados nos seis meses de atividades da CPI”, prometeu Magno Malta.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Só rabo preso

Se Majeski não conseguir acomodação para alçar voos mais altos em 2018, mercado já irá considerar Hartung reeleito no Estado. Assim, de mão beijada?

OPINIÃO
Piero Ruschi
Instituto Nacional Imoral da Mata Atlântica
O longo caminho até esse crime contra o patrimônio cultural foi repleto de ações tão indecorosas quanto seu indigno desfecho
Renata Oliveira
Hartung, o economista
O governador vem sendo incluído em uma casta de pensadores da economia brasileira; grupo arregimentado por Rodrigo Maia
JR Mignone
Radiamadores
Os radioamadores continuam na sua ação principal, aquela de ajudar, informar, localizar, conhecer e explorar as distâncias
Caetano Roque
Uma questão de adequação
A CUT capixaba tem que analisar onde está seu erro e como consertar a saída das ruas
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Sizino, o pioneiro
Panorama Atual

Roberto Junquilho

A Força Nacional e o marketing de uma falsa segurança
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

A árvore da via
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Só rabo preso

Parte dos tucanos quer Majeski como opositor de Hartung, mas PSDB não assume candidatura

Sejus rescinde contrato com empresa que forneceu comida imprópria a presos

Ministério Público arquiva inquérito contra ex-prefeito da Serra

Tribunal absolve funcionária pública acusada de acúmulo indevido de cargos