Seculo

 

TJES mantém absolvição de ex-prefeita de Viana em ação de improbidade


10/08/2017 às 12:39
A 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado (TJES) confirmou a absolvição da ex-prefeita de Viana e ex-deputada estadual Solange Lube, que respondia à ação de improbidade por supostas irregularidades nas obras de reforma de um casarão no município, em 2007. Os desembargadores mantiveram a sentença de 1º grau, que inocentou a ex-prefeita de todas as acusações. O Ministério Público Estadual (MPES), autor da ação, sequer chegou a recorrer à segunda instância contra a absolvição.

No julgamento realizado no último dia 1º, o relator do caso, desembargador Dair José Bregunce de Oliveira, afastou a tese ministerial de que teriam ocorrido irregularidades na assinatura de um aditivo após o término da obra. “A necessidade de ampliação foi apontada durante a execução das obras por fiscal de obras públicas e não excedeu a 25% do valor total do contrato”, lembrou. Por conta disso, “não restando configurado o elemento subjetivo e nem a prática de atos ímprobos, a ação deve ser julgada improcedente”.

Na sentença de 1º grau, em julho de 2015, o juízo da 3ª Vara da Fazenda Pública Estadual absolveu a ex-prefeita e o ex-pregoeiro do município, Rômulo José da Rocha, também denunciado. O magistrado de piso até reconheceu que a solução encontrada pelos denunciados – de ampliar o valor do contrato após o encerramento da obra – não foi a mais adequada no âmbito legal, mas que o serviço foi “satisfatoriamente realizado pela construtora”, o que também afastaria a eventual alegação de lesão ao erário.

Consta nos autos que a empresa teria apresentado uma proposta inicial de R$ 231 mil, mas foram pagos mais R$ 48,89 mil à empresa AJCJ Construção Civil Ltda, responsável pela reforma e construção do anexo Casarão. A denúncia do MPES narra que a empresa teria dado continuidade à reforma mesmo sem cobertura orçamentária, valor que foi indenizado pelo município após a conclusão da obra.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Cara e crachá

Uns publicaram vídeos e notas nas redes sociais, outros só notas, outros nada. Mas a CPI da Lava Jato continua na conta dos deputados arrependidos

OPINIÃO
Editorial
A Ponte da Discórdia
Terceira Ponte entra novamente no centro dos debates políticos em ano eleitoral. Enquanto isso, a Rodosol continua rindo à toa...
Piero Ruschi
O Governo do ES e seu amor antigo ao desamparo ambiental
Mais um ''Dia Mundial do Meio Ambiente'' se passou. Foi um dia de ''comemoração'' (política)
Bruno Toledo
Estado sem PIEDADE!
As tragédias que se sucedem no Morro da Piedade sintetizam as contradições mais evidentes e brutais do modelo de sociedade e de Estado que estamos mergulhados
Geraldo Hasse
Mundo velho sem catraca
Cinquenta anos depois, é possível fazer um curso técnico por correspondência via internet
Roberto Junquilho
Hartung, o suspense
O governador Paulo Hartung mantém o suspense e pode até não disputar a reeleição em 2018
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Uma revoada de colibris
MAIS LIDAS

Visita de interlocutores de Hartung a Rodrigo Maia sinaliza mudança de cenário

Juiz Leopoldo mais próximo de ir a Júri Popular por assassinato de Alexandre Martins

Contrato do governo do Estado com a Cetesb sobre poluição do ar continua sigiloso

Hartung, o suspense

LDO será votada na próxima segunda-feira na Assembleia