Seculo

 

Teorias da conspiração


10/08/2017 às 16:05
Há uma série de teorias sobre a movimentação do governador Paulo Hartung e sua acomodação partidária para a disputa de 2018. Já tem gente voltando a falar nele como candidato à Presidência da República. O que não faz o arquivamento de uma denúncia, não é? Mas, exageros à parte, há muitas possibilidades de leituras sobre as idas e vindas do governador a Brasília. 
 
Se na manhã dessa quarta-feira (8) Hartung deixou o Estado especulando se iria bater o martelo com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (RJ), sobre sua ida para o DEM, voltou de lá com um convite do PSDB, sem fechar nada com ninguém. E ainda mantém o PSD por perto, para um caso de necessidade. 
 
Mas vamos às teorias. Há quem diga que a movimentação foi um blefe e que Hartung vai escolher o melhor partido para o processo de 2018, por isso, vai cozinhar quem aparecer até o limite para a troca de partido, observado quem pode oferecer o melhor caminho. Outros apostam que Paulo Hartung busca uma recolocação no cenário nacional. Isso se o cenário não for árido para ele e se não tiver mais nenhum arranhão em sua imagem para fora do Estado. 
 
Há também quem entenda que o convite de Hartung foi uma resposta à movimentação da senadora Rose de Freitas (PMDB), que teria sido convidada para o ninho tucano, o que mostraria um tamanho maior do que o da parlamentar, com quem deve disputar a eleição do próximo ano. Poderia ser uma resposta também à executiva estadual do PSDB, que seria contrária à entrada do governador no partido, por isso a costura por cima. 
 
E há também quem acredite que tudo não passa de balão de ensaio, que no fim das contas Hartung vai acabar mesmo disputando a reeleição e pelo PMDB. Em se tratando de Hartung, balão de ensaio é sua especialidade. Independentemente de para qual partido o governador vai, ou qual cargo irá disputar, ele tem conseguido algo muito mais valioso neste momento. 
 
Depois de um primeiro semestre de desgastes, o governador mostra que é disputado pelas lideranças nacionais dos grandes partidos. Parece ser um recado mais para a classe política local do que para o mercado nacional. O que o governador precisa é aumentar sua capilaridade e, neste quesito, essas movimentações e teorias só ajudam.
 
Fragmentos:
 
1 – O senador Ricardo Ferraço parecia bem satisfeito com o convite da cúpula tucana ao governador Paulo Hartung (PMDB) para repatriá-lo. É que ele se beneficia bastante para o processo eleitoral com essa movimentação, garantindo sua candidatura à reeleição no palanque de Hartung, que deve disputar o governo. 
 
2 – Leitor diz que o jornal uma hora diz que o PSDB quer Hartung e outra não quer. Não é bem assim. O jornal sempre deixou claro que quem não quer o governador no partido é a EXECUTIVA ESTADUAL. Sobre a nacional, a conversa começou agora. 
 
3 – Os aliados do governador Paulo Hartung tentam emplacar o discurso de que ele volta ao jogo nacional, mas o próprio governador parece saber que esse projeto está bem distante agora. A ideia mais palpável no momento é a da disputa pela reeleição. 

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Só rabo preso

Se Majeski não conseguir acomodação para alçar voos mais altos em 2018, mercado já irá considerar Hartung reeleito no Estado. Assim, de mão beijada?

OPINIÃO
Piero Ruschi
Instituto Nacional Imoral da Mata Atlântica
O longo caminho até esse crime contra o patrimônio cultural foi repleto de ações tão indecorosas quanto seu indigno desfecho
Renata Oliveira
Hartung, o economista
O governador vem sendo incluído em uma casta de pensadores da economia brasileira; grupo arregimentado por Rodrigo Maia
JR Mignone
Radiamadores
Os radioamadores continuam na sua ação principal, aquela de ajudar, informar, localizar, conhecer e explorar as distâncias
Caetano Roque
Uma questão de adequação
A CUT capixaba tem que analisar onde está seu erro e como consertar a saída das ruas
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Sizino, o pioneiro
Panorama Atual

Roberto Junquilho

A Força Nacional e o marketing de uma falsa segurança
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

A árvore da via
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Só rabo preso

Parte dos tucanos quer Majeski como opositor de Hartung, mas PSDB não assume candidatura

Sejus rescinde contrato com empresa que forneceu comida imprópria a presos

Ministério Público arquiva inquérito contra ex-prefeito da Serra

Tribunal absolve funcionária pública acusada de acúmulo indevido de cargos