Seculo

 

Justiça nega pedido de relaxamento da prisão de Capitão Assumção


11/08/2017 às 16:31
O juiz da Vara de Auditoria Militar, Getúlio Marcos Pereira das Neves, negou pedido de relaxamento da prisão ao capitão da PM Lucínio Assumção, preso no Quartel do Comando Geral (QCG), em Maruípe, Vitória, desde fevereiro deste ano. O militar foi preso acusado de participação no movimento de familiares de policiais militares que paralisou o policiamento ostensivo por 22 dias em fevereiro.

Junto com o soldado Nero Walker da Silva Soares, preso em junho deste ano, o capitão é o único que ainda está preso em regime fechado acusado de participação no movimento.

A decisão do juiz considera que, além das ações a que já responde, ao militar também é imputada a acusação de danos às instalações do QCG e a prática de violência contra militar em serviço. Ele alegou que as notícias dando conta de que o capitão não se adequa à regras de hierarquia e disciplina internas da corporação - desrespeitando-a , em tese, no recinto do próprio Presídio Militar –, recomendam a manutenção da prisão.

Visitas

Até mesmo as visitas ao capitão Assumção chegaram a ser prejudicadas neste período em que ele se encontra preso. A mulher do militar, que reside em Ecoporanga, no noroeste do Estado, esteve no QCG no fim de julho para visitar o marido quando, ao tentar acesso ao quartel, foi informada pelo sargento que fazia a triagem dos visitantes que não poderia entrar por uma pane no computador que teria a lista de autorizações para visita.

Na ocasião, a Associação de Cabos e Soldados do Estado (ACS/PMBM-ES) apontou que a privação de visitas é temerária, já que é o momento de o militar aliviar o sofrimento e a tensão por conta da situação.  

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Tudo em casa

A eleição do PSDB capixaba acabou, mas não para o novo presidente do partido, César Colnago...

OPINIÃO
Editorial
'Caos' das artes
Previsão de gastos com Cais das Artes até 2018 daria para comprar 60 clubes iguais ao Saldanha da Gama
Piero Ruschi
Perseguição à honra de Ruschi
Infelizmente, de nada valeram meus 14 anos de contribuição mediante a minha postura de defender o Museu Mello Leitão, criado por meu pai
Renata Oliveira
HH ganha força
O fortalecimento do presidenciável Luciano Huck influencia na escolha do governador Paulo Hartung, que tenta ser vice do apresentador
Gustavo Bastos
Bancas de jornal
A banca de jornal, hoje, é um mundo que tem tudo
Geraldo Hasse
Os golpes se sucedem
Em plena era do GPS, a reforma trabalhista sugere multiplicar os ''chapas''
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Fuga do Paraíso
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Morre desembargador Carlos Henrique Rios do Amaral (1945-2017)

Município de Ibitirama é condenado a indenizar servidor vítima de assédio moral

Tudo em casa

Juiz eleitoral arquiva denúncia contra prefeito de Ponto Belo

Trabalhadores da Vale aprovam contraproposta para fechamento do acordo coletivo