Seculo

 

Com perfil cada vez mais político, equipe de Hartung se movimenta de olho em 2018


13/08/2017 às 18:39
O governador Paulo Hartung (PMDB) nunca teve um secretariado com perfil tão político quanto o atual. Em seus mandatos passados, o governador contava mais com lideranças articuladoras, que exerciam uma função de bastidores, do que protagonistas de palanque. Desta vez, porém, tanto no primeiro escalão quanto nas autarquias e órgãos há lideranças políticas ocupando espaço e se movimentando de olho no processo eleitoral do ano que vem. 
 
Entre os nomes cotados para uma disputa à Câmara dos Deputados estão os secretários José Carlos da Fonseca Júnior (Casa Civil); Octaciano Neto (Agricultura), André Garcia (Segurança) e Eugênio Ricas (Controle e Transparência). Desse grupo, apenas Zé Carlinhos está filiado a partido (PSD), os demais esperam o governador sinalizar a legenda que melhor se encaixa no projeto político do Palácio Anchieta. Mas caso essas candidaturas decolem, o destino é a Câmara dos Deputados.
 
Ainda no primeiro escalão, alguns membros da equipe de Hartung podem disputar a Assembleia. Nessa lista estão os secretários de Ciência e Tecnologia Vandinho Leite (PSDB); de Esportes, Roberto Carneiro (PDT); de Educação, Haroldo Rocha (PMDB); e de Direitos Humanos, Júlio Pompeu (sem partido). Já o secretário de Desenvolvimento Urbano, Rodney Miranda (DEM) pode disputar tanto para estadual como federal.
 
Há na equipe alguns subsecretários que também ganham destaque como lideranças com potencial eleitoral. O principal deles é o ex-prefeito de Vila Velha Neucimar Fraga (PSD), um nome forte para a disputa a deputado federal. 
 
Outros dois ex-prefeitos que podem disputar a Assembleia estão à frente de órgãos ou autarquias do Estado, como o ex-prefeito de Colatina,  Leonardo Deptulski, que atua na Agência Estadual de Recursos Hídricos (Agerh); e o ex-prefeito de Aracruz, o pedetista Marcelo Coelho, que está no Instituto Capixaba de  Pesquisa Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper). Quem também é um nome em condições de tentar voltar à Assembleia é o do chefe de gabinete de Hartung, o ex-deputado Paulo Roberto (PMDB). 
 
Essa ocupação de espaços está gerando ciúmes, sobretudo na Assembleia, com os deputados se sentindo ameaçados. Eles temem que os secretários levem vantagem com a máquina na mão. Alguns já têm queixado abertamente na Assembleia dos secretários, propensos candidatos, que estariam invadindo suas bases sem pedir licença. Sem recursos e com a crise de credibilidade na classe política em alta, a apreensão dos deputados deve aumentar.
 
Preocupado em organizar as peças no seu tabuleiro político da melhor maneira, Hartung os potenciais candidatos da equipe ampliam seu poder de negociação e podem tornar seu palanque mais reforçado, principalmente se o governador decidir disputar a reeleição. 

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

Deu zebra

Já está na hora de passar o governador Paulo Hartung a limpo...

OPINIÃO
Editorial
Mais uma porta na cara
O racismo institucional do Palácio Anchieta ficou ainda mais claro com a presença do jornalista Willian Waack, demitido da Rede Globo por comentários racistas
Bruno Toledo
Estado sem PIEDADE!
As tragédias que se sucedem no Morro da Piedade sintetizam as contradições mais evidentes e brutais do modelo de sociedade e de Estado que estamos mergulhados
Erfen Santos
O Cidadão Ilustre
O filme suscita reflexões pertinentes sobre prêmios literários como o Nobel, que rejeitou grandes escritores
Geraldo Hasse
Notícias do fundo do poço
Se não ceder às pressões externas, a Petrobras pode voltar a liderar a economia
JR Mignone
A importância das eleições
Cada empresa de comunicação tem de se esmerar nas campanhas, sem partido ou cores políticas
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Além das lágrimas
MAIS LIDAS

Enivaldo diverge de Neucimar e expõe risco de racha na base governista

Corregedoria da Prefeitura de Vitória é acionada para investigar perda de recursos de compensação ambiental

Fase Escelsa e Rádio Capixaba de Hugo Borges

Chapa de deputados estaduais do PCdoB se arma para fortalecer Givaldo Vieira

A importância das eleições