Seculo

 

Audiência pública discute instalação de Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil em Cariacica


13/08/2017 às 18:51
Entre novembro de 2015 e novembro de 2016, foram realizados 716 encaminhamentos de crianças e adolescentes de Cariacica, que sofrem de transtorno mental, para unidades de saúde especializadas. Esse número leva em conta apenas os pedidos realizados pelas unidades socioeducativas, abrigos e Conselhos Tutelares do município. Os dados são dos Defensores Públicos Thaiz Onofre e Paulo Antônio dos Santos, do Núcleo da Infância e Juventude.
 
Devido à urgência da instalação de um Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil (CAPSi)  em Cariacica, a Defensoria Pública do Estado (DPES) vai organizar uma audiência pública sobre o assunto na próxima quarta-feira (16). O encontro será realizado no Núcleo de Atendimento da Defensoria, no bairro de Campo Grande. As inscrições serão realizadas no próprio dia e local do encontro.
 
O número de encaminhamentos demonstra a necessidade de um serviço especializado para crianças e adolescentes neste município da Grande Vitória. Hoje o serviço é prestado pelo CAPSi, que está presente em apenas duas cidades capixabas, em Vitória e Serra.
 
A Defensoria espera que estejam presentes na audiência coletivos, fóruns, órgãos e entidades estaduais e municipais com atividades ligadas à promoção de direitos de crianças e adolescentes; além da população local, especialistas e estudiosos nas áreas de saúde mental e psicossocial de crianças e adolescentes.
 
A audiência tem a intenção de colher contribuições desse público e também pretende informar sobre a importância do centro para o município. O CAPSi realiza o acolhimento, tratamento e reinserção social de crianças e adolescentes, com idade entre zero e 18 anos, que tenham transtornos mentais graves e persistentes.
 
Neste caso, enquadram-se pessoas com algum comprometimento psíquico, como autismo, psicoses e neuroses graves; aquelas com necessidades decorrentes do uso de drogas; e todos que, por sua condição, estão impossibilitados de estabelecer e manter laços sociais.
 
Cabe aos centros diminuir e evitar internações psiquiátricas e se articular com a rede de serviços da comunidade de modo a favorecer a reinserção social.
 
Em julho deste ano, foi inaugurado uma unidade do CAPSi no município de Serra, o segundo do Estado. O primeiro CAPSi capixaba foi inaugurado em setembro de 2007, em Vitória. No Brasil, existem 196 unidades, segundo o site “Observatório Crack”, do Portal Brasil do governo federal.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

Disputa indefinida

Hoje, a raia que tem a linha de chegada no Palácio Anchieta tem apenas dois competidores: PH e Rose. O campo de oposição às lideranças de perfil tradicional ainda está aberto

OPINIÃO
Editorial
Operação seletiva
Mandado de busca coletivo cumprido nesta quinta (17) em Jesus de Nazareth viola Estado Democrático de Direito
Renata Oliveira
A escolha de Sofia
Os prefeitos do Estado têm de escolher entre Rose de Freitas ou Paulo Hartung
JR Mignone
Radiamadores
Os radioamadores continuam na sua ação principal, aquela de ajudar, informar, localizar, conhecer e explorar as distâncias
Geraldo Hasse
Pedalando rumo ao Norte
Até quando os brasileiros se deixarão governar por quem não os representa?
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Sizino, o pioneiro
Panorama Atual

Roberto Junquilho

A Força Nacional e o marketing de uma falsa segurança
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Sopa de Letrinhas
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Disputa indefinida

Mexer no PDU pode custar caro aos vereadores

À medida que a eleição se aproxima, perfil da equipe de Hartung se torna mais político

Justiça recebe ação penal contra ex-prefeito e vereadores de Barra de São Francisco

'Agricultura e cultura no nosso quilombo é a mesma coisa'