Seculo

 

Festival de música de Muqui divulga programação completa


17/08/2017 às 12:38
O Festival Jovem de Integração Cultural de Muqui - Multipliqui, divulga a programação completa da 3ª edição, que acontece nos dias 8 e 9 de setembro, com shows musicais de convidados e competitivos, na Praça João Batista, em Muqui, no sul do Espírito Santo. 
 
Em 2017, o show de abertura fica por conta da banda Mary Di, intercalando performances teatrais e de estética circense com a pegada rock da ‘pin up’.  Mary Di é uma personagem incorporada pela vocalista (e atriz,  Maria Barros, conhecida no Brasil pela atuação com autenticidade em suas releituras musicais.  
 
No sábado, a partir das 22h30,  três bandas independentes do estado se apresentam e concorrem ao  Prêmio Multi Bandas. O melhor grupo da noite será escolhido por júri popular. 
 
São elas: Los Zombres, grupo de Hip Hop que explora as possibilidades da música negra pop e mescla com as vertentes latinas; In-versão Brasileira, com  sonoridade de Rap/Soul; e Machimbo no estilo reggae.  
 
O 3º Multipliqui é uma realização do Coletivo Multipliqui, representado por Júlio Valim e produzido pela Caju Produções, com apoio do Funcultura da Secretaria de Estado da Cultura do Espírito Santo através do Edital Setorial de Música. 
 
Em 2017, o Festival de Integração Cultural de Muqui continua com foco na música com apresentação de artistas locais do Espírito Santo, abrindo seu leque de diversidade sonora, com bandas independentes e autorais. O tema desta edição é “Saia do quadrado”, valorizando a diversidade.
 
O Multipliqui (com i mesmo, de Muqui, de integração, de invenção e interação) é um projeto de integração cultural que foi realizado pela primeira vez em 2014, como um movimento de cultura fruto da união de coletivos jovens, propondo ações de intercâmbio cultural e de linguagens, incentivando o turismo cultural e a economia criativa em parceria com o poder público, instituições culturais e sociedade civil.

O objetivo do evento é promover trocas culturais nas mais diversas linguagens artísticas, movimentando a juventude do interior sul capixaba com experiências coletivas, tendo como palco principal das ações a cidade de Muqui, maior sítio histórico do estado.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Tabuleiro de 2018

Ele já negou intenção de deixar o PT ou mudanças de planos, mas movimentações de Givaldo continuam chamando atenção do mercado político

OPINIÃO
Editorial
Fosso social
No Espírito Santo, população negra é mais vulnerável à violência, é maioria no sistema carcerário e nas filas de desempregados
Renata Oliveira
Solidão sem fim
A oposição de Majeski na Assembleia não encontra coro entre os pares, nem no grupo arredio
JR Mignone
Rádio bandeira
A trajetória deste segmento de rádio em capitais é grande
Caetano Roque
A força da CUT
É hora de a Central assumir sua função de agregadora dos trabalhadores e das bandeiras de luta
Geraldo Hasse
Os golpes se sucedem
Em plena era do GPS, a reforma trabalhista sugere multiplicar os ''chapas''
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Fuga do Paraíso
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

'Orgânico não tem que ser caro'

Tabuleiro de 2018

Conselheiro José Antônio Pimentel vira réu em ação penal por corrupção

Eleição da nacional alimenta divisão no PSDB capixaba

Cariacica pode ter redistribuição de votos para disputa eleitoral de 2018