Seculo

 

Mercado unido


29/08/2017 às 11:48

De uma maneira ou de outra, os veículos de comunicação no Brasil estão sobrevivendo à crise. Alguns, graças a verbas governamentais; outros porque foram obrigados a criar alternativas de sustentabilidade. O fato é que as empresas de comunicação, bem ou mal, às vezes contra a corrente, estão tocando o barco. Isso tudo com a crise no comércio, na indústria e no setor de serviços.

Pois bem, já pensou numa investida comercial em todos os veículos sem precedentes? Já que eles estão sobrevivendo, por que então não inventar os pacotes da crise? Poderiam oferecer chance de veiculação reduzida na programação e com cálculo de tabela abaixo dos 50% e com margem alta para vencimento da fatura.

Poderia ser uma forma de ajudar o mercado a reagir, no caso dos veículos, em ajudar a resolver a crise e não ficar só reportando e noticiando as mazelas dos políticos de Brasília e do Brasil, como também dos governos estaduais e municipais. Criticar, dar notícia ruim sempre foi fácil. Mas criar algo mais ousado para ajudar, não, ninguém ousa.

Pois já passou da hora disso. Vi outro dia uma peça publicitária do Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar), fazendo propaganda institucional. Grande coisa! Quero ver alguém como Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), Conar, conselho de agências, essas coisas, vir e propor um projeto assim.

Depois reclamam que os veículos tradicionais estão perdendo espaço comercial para a Internet, afinal, eles não se mexem com inteligência.

PARABÓLICAS

A programação popular da FM Líder ainda não “bateu”. Está confusa na sequência. Alô, Gilliard. Alô, Toninho!

Kazinho perdeu momentaneamente a liderança com a sua FM. A Tropical, rodando mais sertanejo, como a super, conseguiu suplantar.

Camila Lenke e Neko Ferreira fazem boa dupla na sintonia FM pelas manhãs. Estão se destacando m ais que a dupla da Litoral

Empresário de fora de olho no mercado de rádio da Grande Vitória. Chove oferta de compra e a galera que tem rádio, segura.

MENSAGEM FINAL

Todo mundo é capaz de sentir os sofrimentos de um amigo. Ver com agrado os seus êxitos exige uma natureza muito delicada. Oscar Wilde

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
E o Homero, hein?

Defender o ex-marido da médica Milena Gottardi deve custar profundos arranhões a Homero Mafra

OPINIÃO
Editorial
Um Estado que mata suas mulheres
Crime da médica Milena Gottardi chama atenção para os casos de feminicídios, que fazem do ES um dos estados mais violentos do País para as mulheres
Piero Ruschi
ES: um inferno promissor economicamente moldado
Discursos empresariais e políticos são carregados de conotações sustentáveis, mas a verdadeira sustentabilidade não está incluída no planejamento econômico
Renata Oliveira
PSDB repete PT
A possibilidade de uma manobra no ninho tucano para eleger quem Hartung quer lembra a eleição do PT no inicio do ano
Gustavo Bastos
O Diabo é o pai do rock
Um fenômeno que envolve satanismo no rock e na música é a prática de rodar os discos ao contrário
Geraldo Hasse
A doença da intolerância
Ela está nos estádios, nos governos, nas igrejas, nos parlamentos, nas ruas, nos tribunais
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Branca, o Teatro e a sala de estar
Panorama Atual

Roberto Junquilho

Fuzis e baionetas, nunca mais!
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Turista acidental
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

PSDB repete PT

A doença da intolerância

Governo nomeia 30 auditores fiscais do concurso de 2013

E o Homero, hein?

Projeto revive o Melpômene, um dos teatros mais importantes da história capixaba