Seculo

 

Secretário de Gerência Geral é morto a tiros em casa no distrito de Itaóca


04/09/2017 às 13:15
O secretário de Gerência Geral de Itapemirim (região litoral sul), José Mauro Sales da Penha, 58, foi morto a tiros dentro de sua residência no balneário de Itaoca na noite deste domingo (3). Ainda não há informações sobre a autoria e motivações do crime. O secretário de Estado de Segurança Pública, André Garcia, foi ao município e anunciou o reforço nas investigações. O caso está sendo apurado pela 9ª Delegacia Regional de Itapemirim. A Prefeitura decretou luto de três dias e deu ponto facultativo para o funcionalismo nesta segunda-feira (4).

De acordo com informações da Sesp, o secretário se reuniu com o prefeito interino Thiago Peçanha (PSDB). O secretário morto era apontado como o braço direito do tucano. José Mauro teria sido o principal responsável para ida de Thiago ao ninho tucano. Ele atuou na gestão da ex-vice-prefeita Viviane Peçanha, mas saiu após rompimento com ela. Novamente, ele foi chamado para atuar no secretario na nova gestão interina, iniciada em abril após o afastamento do prefeito eleito Luciano de Paiva Alves (PROS). Fontes próximas a Luciano afirmam que não havia qualquer animosidade do grupo com José Mauro.

O secretário André Garcia foi acompanhado na comitiva pelo delegado-chefe de Polícia Civil, Guilherme Daré, e do secretário-chefe de Gabinete do governador, Paulo Roberto Ferreira. Eles estão acompanhando as investigações, conversando com o delegado e equipes que realizam diligências para apurar a autoria do crime. Garcia prometeu empenho das autoridades na solução do crime. “Determinei o reforço da equipe de investigação e do policiamento da cidade. O município terá todo apoio da Sesp", afirmou.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
CMV
Gandini e a máquina

Atual 'sacada' eleitoral de Fabrício Gandini é na área de segurança e com reforço de comitiva da prefeitura, onde até outro dia era o ''supersecretário''

OPINIÃO
Editorial
As novas roupagens da censura
Os resquícios da ditadura militar ainda assombram a liberdade de expressão no País, estendendo seus tentáculos para o trabalho da imprensa
Eliza Bartolozzi Ferreira
A raposa cuidando do galinheiro
Na lógica do custo-benefício, governo Hartung entende que deve ofertar um ensino pasteurizado, de baixo custo e restrito a quem podem estudar em período integral
JR Mignone
A cobertura da Copa
No mês que antecedeu a Copa e no mês do desenrolar da competição, a Globo abusou da cobertura a ponto de cansar até o telespectador que gosta de esportes
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Entre a salada e o vinho
MAIS LIDAS

Agricultores orgânicos de Santa Maria de Jetibá e de Linz organizam intercâmbio

Ministro do STF mantém afastamento do prefeito de Itapemirim

MPF quer que motoristas multados tenham acesso às imagens das infrações

STJ concede habeas corpus para ortopedista preso em Lama Cirúrgica

Câmara de Vitória realiza a primeira de três audiências sobre Escola Sem Partido