Seculo

 

Justiça determina reintegração de professora que teve contrato rescindido pela Sedu


04/09/2017 às 19:33
O juízo de Santa Maria de Jetibá, na região serrana, concedeu liminar determinando a reintegração da professora Ana Rosa Rodrigues de Souza, da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Graça Aranha, no mesmo município. A professora atua há 33 na unidade e teve contrato rescindido unilateralmente e sem justificativa pela Secretaria de Estado de Educação (Sedu).

A Superintendência Regional de Afonso Cláudio, na região serrana, que responde pela escola, foi notificada da decisão, com prazo de 48 horas para cumprimento, sob pena de multa diária de R$ 1 mil.

O contrato foi encerrado faltando apenas três meses para o fim do ano letivo e deixou sem professora, repentinamente, 26 alunos do 2º ano do ensino fundamental, na faixa etária de sete anos. O fato causou estranheza e indignação na comunidade escolar e em professores de todo o Estado, visto que as crianças são acompanhadas pela professora desde o ano passado.

Houve protestos por parte de pais de alunos diante da rescisão do contrato na última semana. O ato foi considerado uma violência ao processo de aprendizagem das crianças, já que é necessário um período de adaptação com a chegada de um novo professor e, visto que só restam três meses para o fim do ano letivo, essa readaptação pode não acontecer.

Com uma trajetória também de participação em movimentos sociais da educação, a professora atualmente vinha contribuindo para o funcionamento correto da escola como integrante do Conselho Escolar.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Tabuleiro de 2018

Ele já negou intenção de deixar o PT ou mudanças de planos, mas movimentações de Givaldo continuam chamando atenção do mercado político

OPINIÃO
Editorial
Fosso social
No Espírito Santo, população negra é mais vulnerável à violência, é maioria no sistema carcerário e nas filas de desempregados
Renata Oliveira
Solidão sem fim
A oposição de Majeski na Assembleia não encontra coro entre os pares, nem no grupo arredio
JR Mignone
Rádio bandeira
A trajetória deste segmento de rádio em capitais é grande
Caetano Roque
A força da CUT
É hora de a Central assumir sua função de agregadora dos trabalhadores e das bandeiras de luta
Geraldo Hasse
Os golpes se sucedem
Em plena era do GPS, a reforma trabalhista sugere multiplicar os ''chapas''
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Fuga do Paraíso
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

'Orgânico não tem que ser caro'

Tabuleiro de 2018

Conselheiro José Antônio Pimentel vira réu em ação penal por corrupção

Eleição da nacional alimenta divisão no PSDB capixaba

Cariacica pode ter redistribuição de votos para disputa eleitoral de 2018