Seculo

 

Entidade denuncia Luciano Rezende à PGR por crime contra a pessoa com deficiência


07/09/2017 às 18:28
Com base na lei federal que institui o Estatuto da Pessoa com Deficiência, o presidente do Movimento Organizado de Valorização da Acessibilidade (Mova), José Olympio Rangel Barreto, apresentou denúncia contra o prefeito de Vitória, Luciano Rezende (PPS), à Procuradoria-Geral da República (PGR). 
Para a entidade, o prefeito fere o direito das pessoas com deficiência ao negar melhorias no Porta a Porta, programa municipal de transporte para pessoas com deficiência.
 
Entre outros pedidos, o denunciante solicita que o Ministério Público Federal (MPF) ofereça denúncia-crime e denúncia de improbidade administrativa contra Luciano Rezende. Requer também que o órgão peça a prisão do prefeito de Vitória por desobediência judicial, já que ele ainda não cumpriu sentença que determina a efetivação de melhorias no Porta a Porta.
 
“O que ele pode usar de argumento jurídico para não cumprir a lei? Nada”, destaca Olympio, sobre a insistência do prefeito em descumprir a sentença, proferida em maio deste ano pela 5ª Vara da Fazenda Pública Estadual. Ele cita, ainda, o artigo 8° do estatuto, segundo o qual é dever do Estado, da sociedade e da família assegurar à pessoa com deficiência, com prioridade, a efetivação dos direitos referentes, entre outros, ao transporte e à acessibilidade.
 
A Justiça determinou que a prefeitura faça o incremento de oito veículos à frota e fixe agendamento mínimo de dois dias, incluindo dias úteis, feriados, pontos facultativos e finais de semana. Hoje cerca de 400 pessoas estão na fila de espera para a utilização do Porta a Porta. 
 
Em agosto, a Câmara de Vitória, em segundo turno, aprovou o projeto de Emenda à Lei Orgânica, de autoria do prefeito Luciano Rezende (PPS), que autoriza a integração do serviço municipal de transporte ao Sistema Transcol. O projeto não garante a manutenção do Porta a Porta, programa municipal de transporte de pessoas com deficiência.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
CMV
Gandini e a máquina

Atual 'sacada' eleitoral de Fabrício Gandini é na área de segurança e com reforço de comitiva da prefeitura, onde até outro dia era o ''supersecretário''

OPINIÃO
Editorial
As novas roupagens da censura
Os resquícios da ditadura militar ainda assombram a liberdade de expressão no País, estendendo seus tentáculos para o trabalho da imprensa
Eliza Bartolozzi Ferreira
A raposa cuidando do galinheiro
Na lógica do custo-benefício, governo Hartung entende que deve ofertar um ensino pasteurizado, de baixo custo e restrito a quem podem estudar em período integral
JR Mignone
A cobertura da Copa
No mês que antecedeu a Copa e no mês do desenrolar da competição, a Globo abusou da cobertura a ponto de cansar até o telespectador que gosta de esportes
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Entre a salada e o vinho
MAIS LIDAS

Blocos governistas buscam equilíbrio entre Hartung e Amaro Neto

Agricultores orgânicos de Santa Maria de Jetibá e de Linz organizam intercâmbio

Ministro do STF mantém afastamento do prefeito de Itapemirim

MPF quer que motoristas multados tenham acesso às imagens das infrações

STJ concede habeas corpus para ortopedista preso em Lama Cirúrgica