Seculo

 

PT Nacional divide poder no Estado e dá ultimato para saída do governo


07/09/2017 às 12:20

A presidência nacional do PT divulgou nessa quarta-feira (6) uma nota sobre o entendimento em relação à divisão de poder no diretório capixaba. O encontro de representantes do Estado com a presidente nacional da sigla, Gleisi Hoffmann, construiu um acordo para a unidade partidária, mas as divergências sobre a eleição de maio passado serão levadas ao Diretório Nacional.

“As divergências havidas ao longo deste processo, além de tratadas no foro adequado a ser instalado na próxima reunião do Diretório Nacional, serão com certeza superadas  neste amplo esforço de diálogo, possível com a recomposição de nossa Direção  Estadual”, diz a nota.

A divergência se deu porque a chapa Para Voltar a Sonhar, do deputado federal Givaldo Vieira, denunciou irregularidades no processo, que foi vencido pelo ex-prefeito de Vitória, João Coser. Pelo acordo firmando, o grupo de Givaldo poderá indicar nove membros, garantido a proporcionalidade na Executiva Estadual.

“O Diretório Estadual do PT será recomposto unitariamente com a participação de todas as chapas que se inscreveram no Congresso Estadual, adotando o critério da proporcionalidade qualificada para escolha das funções que cada chapa terá a cargo na Executiva Estadual”, diz a nota do PT Nacional.

Outra definição da Nacional é o ultimato para que os membros do parido que ainda participem de governos do PMDB no Estado deixem o cargo, uma decisão tomada no congresso estadual de maio, por maioria, e que segundo o PT nacional, deve ser cumprida no Estado.

“O PT do Espírito Santos se referencia nas decisões do 6º Congresso Nacional do PT e de sua etapa estadual para efetivar a oposição aos governos Paulo Hartung e Michel Temer em defesa do povo capixaba e brasileiro, de seus direitos e da democracia”, aponta o documento.

O partido deve notificar os filiados e filiadas que ainda permaneçam nessa  condição, caso  não  solicitem  imediata  exoneração,  tomando  as  medidas administrativas necessárias.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Tabuleiro de 2018

Ele já negou intenção de deixar o PT ou mudanças de planos, mas movimentações de Givaldo continuam chamando atenção do mercado político

OPINIÃO
Editorial
Fosso social
No Espírito Santo, população negra é mais vulnerável à violência, é maioria no sistema carcerário e nas filas de desempregados
Renata Oliveira
Solidão sem fim
A oposição de Majeski na Assembleia não encontra coro entre os pares, nem no grupo arredio
JR Mignone
Rádio bandeira
A trajetória deste segmento de rádio em capitais é grande
Geraldo Hasse
Os golpes se sucedem
Em plena era do GPS, a reforma trabalhista sugere multiplicar os ''chapas''
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Fuga do Paraíso
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

'Orgânico não tem que ser caro'

Seminário debate formas de erradicar o trabalho infantil

Tabuleiro de 2018

Eleição da nacional alimenta divisão no PSDB capixaba

Cariacica pode ter redistribuição de votos para disputa eleitoral de 2018