Seculo

 

Justiça vai tentar conciliação em ação sobre contrato de concessão da Rodosol


09/09/2017 às 14:12
A Justiça estadual está abrindo uma nova frente de composição entre o Ministério Público, Estado e a concessionária Rodovia do Sol S/A (Rodosol). Na última semana, o juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública Estadual, Felippe Monteiro Morgado Horta, marcou uma nova audiência de conciliação entre as partes na ação civil pública que pede a nulidade do contrato de concessão assinado em 1998. O encontro acontece no próximo dia dois de outubro.

No despacho assinado no último dia 1º, o magistrado disse que vislumbra a possibilidade de consenso em pelo menos uma “parcela do objeto litigioso”. Neste processo (1147553-37.1998.8.08.0024), o órgão ministerial aponta irregularidades no contrato de concessão da Terceira Ponte e do trecho da rodovia ES-060 (Rodovia do Sol). Neste caso, a Justiça determinou a redução do valor do pedágio ao custo da manutenção da ponte até a conclusão da auditoria pelo Tribunal de Contas (TCE).

Essa não será a única tentativa de um acordo sobre o polêmico contrato da Rodosol. Em abril deste ano, o próprio Tribunal de Justiça, por meio do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos e Cidadania (Nupemec), iniciou uma conciliação sobre questões relativas ao contrato, que também é alvo de outras ações judiciais. Em um dos casos, o MPES denunciou obras e serviços não-realizados pela concessionária que, de acordo com a ação, cobraria o valor dos usuários.

Segundo o Ministério Público, todas essas irregularidades foram constatadas pela área técnica do Tribunal de Contas no relatório da auditoria, que tramita desde 2013 na Corte, e começou a ser julgado no final do ano passado. O órgão defende ainda uma adequação no valor do pedágio, caso seja constatada a cobrança por serviços não-prestados pela concessionária.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
E o Homero, hein?

Defender o ex-marido da médica Milena Gottardi deve custar profundos arranhões a Homero Mafra

OPINIÃO
Editorial
Um Estado que mata suas mulheres
Crime da médica Milena Gottardi chama atenção para os casos de feminicídios, que fazem do ES um dos estados mais violentos do País para as mulheres
Piero Ruschi
ES: um inferno promissor economicamente moldado
Discursos empresariais e políticos são carregados de conotações sustentáveis, mas a verdadeira sustentabilidade não está incluída no planejamento econômico
Renata Oliveira
PSDB repete PT
A possibilidade de uma manobra no ninho tucano para eleger quem Hartung quer lembra a eleição do PT no inicio do ano
Gustavo Bastos
O Diabo é o pai do rock
Um fenômeno que envolve satanismo no rock e na música é a prática de rodar os discos ao contrário
Geraldo Hasse
A doença da intolerância
Ela está nos estádios, nos governos, nas igrejas, nos parlamentos, nas ruas, nos tribunais
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Branca, o Teatro e a sala de estar
Panorama Atual

Roberto Junquilho

Fuzis e baionetas, nunca mais!
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Turista acidental
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

PSDB repete PT

A doença da intolerância

Governo nomeia 30 auditores fiscais do concurso de 2013

E o Homero, hein?

Projeto revive o Melpômene, um dos teatros mais importantes da história capixaba