Seculo

 

Brigadistas comemoram chuva na Serra do Caparaó


10/09/2017 às 12:27
“Graças a Deus a chuva apagou”, declara Salomão Rodrigues Toop Uruguay, um dos mais de 30 brigadistas de várias comunidades do Caparaó Capixaba, que atuam desde a manhã de sexta-feira (08) no combate ao incêndio que se iniciou na floresta anexa a propriedades rurais, na localidade de São João do Príncipe, em Iúna, próximo à divisa com Minas Gerais.

O Corpo de Bombeiros não chegou a se deslocar ao local. Apenas a chefia do Parque Nacional (Parna) Caparaó chegou na manhã de sábado (09), após uma noite em que a sensação era de maior controle das chamas. Mas a situação logo mudou, quando o fogo começou a subir por um boqueirão de pedras inacessível por terra, o que fez a equipe clamar por um reforço aéreo, que não chegou.

Quando a chuva começou neste domingo (10), os brigadistas já não estavam mais confiantes no controle das chamas. “Estamos há três dias sem dormir”, relata Salomão, já de retorno à casa, junto com outros colegas. Alguns ainda permaneceram, para se certificarem que não há mais mesmo chances de retorno das chamas. 

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Precipitou-se

Com um olho em 2018 e outro em 2020, Luciano Rezende antecipou o processo eleitoral, mas esqueceu a Lava Jato. Aí mora o problema.

OPINIÃO
Renata Oliveira
Bicho-papão
O ajuste fiscal de Paulo Hartung precisa do exemplo do Rio de Janeiro tanto para cortar quanto para supervalorizar a liberação de recursos
Renata Oliveira
Majeski deve bater asas
Pelo andar da carruagem da disputa pela presidência do PSDB estadual, a história do deputado com o partido caminha para um melancólico fim
JR Mignone
Qual rádio ouviria hoje?
Sinceramente, não saberia explicar que tipo de rádio eu ouviria hoje, isto é, que me motivaria a ligar o botão para ouvi-la: uma de notícia ou uma só de música selecionada
Geraldo Hasse
A doença da intolerância
Ela está nos estádios, nos governos, nas igrejas, nos parlamentos, nas ruas, nos tribunais
Caetano Roque
Emprego de ficção
Diariamente vagas e mais vagas são prometidas nos jornais e onde está o sindicato para cobrar isso
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Branca, o Teatro e a sala de estar
Panorama Atual

Roberto Junquilho

Fuzis e baionetas, nunca mais!
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Turista acidental
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Precipitou-se

Subseção da OAB-ES cobra esclarecimento sobre atuação de Homero Mafra na defesa de acusado

Posse de tucano no Turismo é demonstração interna de força de Colnago

Justiça Federal determina que 14 municípios adotem ponto eletrônico para médicos e dentistas

Dary Pagung vai fechar a porta para emendas de deputados no orçamento