Seculo

 

Deputados criticam bancada capixaba por inércia na BR-101


11/09/2017 às 18:16
A curta sessão da Assembleia desta segunda-feira (11) foi marcada por muitos depoimentos de deputados estaduais sobre a tragédia na BR-101, que vitimou 11 pessoas nesse domingo (10), na altura de Mimoso do Sul, no sul do Estado. Os parlamentares não pouparam críticas à bancada capixaba na busca de uma solução para a duplicação da BR.
 
Os deputados Euclério Sampaio (PDT), Hércules Silveira (PMDB) e José Esmeraldo (PMDB) foram os que mais criticaram os representantes do Estado em Brasília, cobrando que a bancada federal exerça pressão para o problema da duplicação da BR-101 seja resolvido. Os deputados querem que a concessionária Eco-101, responsável pela duplicação da rodovia retome as obras no Estado para dar mais segurança às vias, ou que se faça um novo contrato com uma nova empreiteira que termine o serviço. 
 
Vários deputados se revezaram na tribuna da Casa para lamentar a mortes desse domingo e cobrar providencias da empresa. O deputado Josias da Vitória, que no último dia 28 de agosto, ingressou com uma ação na Justiça para extinguir o contrato de concessão da empresa. Ele usou a tribuna para lançar a campanha “Duplique Já!”, como primeira ação da Frente Parlamentar para a Duplicação da BR-101, da Assembleia Legislativa do Espírito Santo. O deputado Enivaldo dos Anjos (PSD) será o relator da Frente Parlamentar.
 
O deputado Sergio Majeski (PSDB) disse que o acidente, que chamou de crime, merece uma reflexão sobre a necessidade de fiscalização dos serviços no Estado como um todo e citou como exemplo o mau serviço oferecido na rede de saúde, que tem gestão terceirizada pelo Estado. 
 
A sessão foi suspensa por volta das 16h30, porque o presidente da Casa, Erick Musso (PMDB) convocou uma reunião emergencial do Colégio de Líderes para discutir medidas sobre o contrato da Eco. Os deputados querem acionar a Justiça e o Ministério Público Federal para que obrigue a empresa a concluir a obra ou que seja extinto o contrato. 

A Mesa Diretora, após a deliberação da reunião extraordinária do colégio de líderes vai consultar o plenário sobre a realização de uma sessão especial, a ser realizada nesta quarta-feira (13) para discutir a impossibilidade da duplicação da BR-101 e o elevado número de acidentes. 
 
Para a sessão especial foram convidados representantes dos Poderes Executivo e Judiciário, mais os representantes legais do Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público Estadual (MPES), Tribunal de Contas do Estado (TCES), Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT) e Defensoria Estadual.
 
Também serão convidados os prefeitos das cidades cortadas pela BR. Ainda na reunião, os deputados estaduais decidiram denunciar a Eco-101 ao Ministério Público e pedir a suspensão do pedágio.
 
Pela manhã, a Comissão de Infraestrutura desta segunda-feira (11) começou com um minuto de silêncio pelas vítimas do grave acidente ocorrido na volta do feriado. Motivados pela tragédia, os deputados decidiram chamar a concessionária Eco-101 para prestar esclarecimentos à comissão sobre o cumprimento do contrato de concessão.
 
A reunião será realizada no dia 25 de setembro, às 9 horas. A comissão vai requerer, ainda, que a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) envie cópia do contrato para o colegiado.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
E o Homero, hein?

Defender o ex-marido da médica Milena Gottardi deve custar profundos arranhões a Homero Mafra

OPINIÃO
Editorial
Um Estado que mata suas mulheres
Crime da médica Milena Gottardi chama atenção para os casos de feminicídios, que fazem do ES um dos estados mais violentos do País para as mulheres
Piero Ruschi
ES: um inferno promissor economicamente moldado
Discursos empresariais e políticos são carregados de conotações sustentáveis, mas a verdadeira sustentabilidade não está incluída no planejamento econômico
Renata Oliveira
PSDB repete PT
A possibilidade de uma manobra no ninho tucano para eleger quem Hartung quer lembra a eleição do PT no inicio do ano
Gustavo Bastos
O Diabo é o pai do rock
Um fenômeno que envolve satanismo no rock e na música é a prática de rodar os discos ao contrário
Geraldo Hasse
A doença da intolerância
Ela está nos estádios, nos governos, nas igrejas, nos parlamentos, nas ruas, nos tribunais
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Branca, o Teatro e a sala de estar
Panorama Atual

Roberto Junquilho

Fuzis e baionetas, nunca mais!
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Turista acidental
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

PSDB repete PT

A doença da intolerância

Governo nomeia 30 auditores fiscais do concurso de 2013

E o Homero, hein?

Projeto revive o Melpômene, um dos teatros mais importantes da história capixaba