Seculo

 

Wilson Japonês terá de ressarcir gastos com obra em loteamento irregular


04/10/2017 às 19:20
O juiz substituto Thiago de Albuquerque Sampaio Franco, da 2ª Vara Cível de Nova Venécia (região noroeste), condenou o ex-prefeito do município, Wilson Luiz Venturim, o Japonês, e o empresário Fausto Afonso Cremasco em uma ação de improbidade. O Ministério Público Estadual (MPES) denunciou que o Município teria feito obras de pavimentação em um loteamento irregular, em troca de dois lotes para o então prefeito.

Segundo a ação, Japonês utilizou servidores municipais e dinheiro público, para realizar o calçamento de uma rua em um loteamento clandestino. O loteamento foi iniciado por Fausto. Em troca, Japonês recebeu do empresário dois lotes, onde construiu uma casa. O imóvel foi tomado pela Justiça em 2014 em favor do município de Nova Venécia, a pedido do MPES em outra ação relacionada aos mesmos fatos. Atualmente o local abriga a sede da Defesa Civil no município.

Na sentença prolatada nessa segunda-feira (2), o juiz substituto considerou que “o prefeito, além de ver a rua de sua casa asfaltada, conseguiu popularidade com tal medida”. Thiago Franco enfatizou que o empresário também obteve a valorização dos lotes que ficavam na rua – cujo calçamento deveria ser de responsabilidade do dono do loteamento.

Wilson Japonês foi condenado a ressarcir todos os gastos com as obras, além do pagamento de multa civil no dobro do valor de dois lotes. Ele também teve os direitos políticos suspensos por oito anos, a conta do trânsito em julgado da sentença. Já o empresário Fausto Cremasco também foi condenado a pagar multa no mesmo valor, além de ter os direitos políticos suspensos. Eles ainda podem recorrer da decisão.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Facebook
Sem freio

Palestras, CPI, ''showmícios'' e até lançamento de disco. Quem para o casal Magno Malta e Lauriete?

OPINIÃO
Editorial
A Ponte da Discórdia
Terceira Ponte entra novamente no centro dos debates políticos em ano eleitoral. Enquanto isso, a Rodosol continua rindo à toa...
Piero Ruschi
O Governo do ES e seu amor antigo ao desamparo ambiental
Mais um ''Dia Mundial do Meio Ambiente'' se passou. Foi um dia de ''comemoração'' (política)
Gustavo Bastos
Conto surrealista
''virei pasta para entrar mais fácil na pintura de Dalí''
Eliza Bartolozzi Ferreira
A raposa cuidando do galinheiro
Na lógica do custo-benefício, governo Hartung entende que deve ofertar um ensino pasteurizado, de baixo custo e restrito a quem podem estudar em período integral
JR Mignone
A cobertura da Copa
No mês que antecedeu a Copa e no mês do desenrolar da competição, a Globo abusou da cobertura a ponto de cansar até o telespectador que gosta de esportes
Roberto Junquilho
A carne mais barata
A população de pessoas em situação de rua aumenta, como sinal de falência da gestão pública
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Entre a salada e o vinho
MAIS LIDAS

Hartung recebe alertas sobre gastos, publicidade e execução de programas em ano eleitoral

Ministério Público acusa superintendente do Ibama/ES de improbidade administrativa

Conto surrealista

Comunidade reforça que base da PM deve ser instalada na parte alta do Morro da Piedade

Sem freio