Seculo

 

Fogo no palheiro


05/10/2017 às 13:23
A filiação do secretário de Agricultura Octaciano Neto e do diretor do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado (DER) Enio Bergoli ao PSDB na noite de terça-feira (3) está causando muito desconforto no ninho tucano. Mas também deve reverberar no plenário da Assembleia na próxima semana. E a coluna não está se referindo ao desentendimento com o deputado Sergio Majeski, que criticou a manobra do vice-governador César Colnago para promover as filiações.
 
Um grupo de deputados tem se revezado na tribuna da Assembleia para centrar fogo em Octaciano Neto, Bergoli e no secretário de Ciência e Tecnologia Vandinho Leite. Todos agora, correligionários e aliados do vice-governador Cesar Colnago. Agora ficou clara movimentação palaciana para fortalecer os partidos e as lideranças que o governador Paulo Hartung (PMDB) vai querer por perto na disputa eleitoral do ano que vem. 
 
Será mesmo que os deputados vão continuar nessa de dizer que o governador não sabe do movimento de seus secretários? Vão querer mesmo acreditar que esse movimento de filiação não tem o aval do governador? Será que os deputados ainda acreditam que Hartung vai voltar a abraçá-los e tentar alavancar suas candidaturas no ano que vem? Se acreditam nisso, estão redondamente equivocados. 
 
O movimento de terça-feira mostra que Hartung tem um projeto político para o próximo ano, pautado em entregas que podem ser feitas por ele ou por seus secretários em seu nome. Com isso tenta aproximar o Palácio Anchieta do eleitor e capitalizar eleitoralmente com isso. Coisa que os deputados estaduais não conseguem mais fazer. O desgaste da classe política é grande e os agentes públicos com vários mandatos não atraem o eleitor. 
 
Mas secretários, que agora estão indo para a política, atraem. Neste sentido, Hartung coloca suas melhores peças no tabuleiro e observa quem vai lhe trazer o melhor resultado. Quanto aos deputados, o que resta é espernear. 
 
Fragmentos
 
1 – Do deputado estadual Sérgio Majeski sobre a aprovação do fundo para campanha pelo Congresso Nacional. “CN [Congresso Nacional] ao aprovar, ontem, o fundo de campanha eleitoral com dinheiro público, mais uma vez cospe na cara da sociedade, e com os argumentos utilizados por deputados e senadores chama uma nação inteira de idiota”.
 
2 – Aliás, quando se observa a movimentação em Fundão, em relação à questão do lixo e a suposta relação com o candidato impugnado Anderson Pedroni (PSD), observa-se que essa história de financiamento público é história para boi dormir. 
 
3 – De saída do cargo, o prefeito interino de Fundão, Eleazar Ferreira (PCdoB) assinou o projeto de lei para aumento do ticket alimentação, atualmente o valor é de R$ 250,00, e a nossa proposta será elevado para R$ 300,00, outra alteração será a concessão do ticket para o servidor em gozo de férias.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Facebook
Sem freio

Palestras, CPI, ''showmícios'' e até lançamento de disco. Quem para o casal Magno Malta e Lauriete?

OPINIÃO
Editorial
A Ponte da Discórdia
Terceira Ponte entra novamente no centro dos debates políticos em ano eleitoral. Enquanto isso, a Rodosol continua rindo à toa...
Piero Ruschi
O Governo do ES e seu amor antigo ao desamparo ambiental
Mais um ''Dia Mundial do Meio Ambiente'' se passou. Foi um dia de ''comemoração'' (política)
Gustavo Bastos
Conto surrealista
''virei pasta para entrar mais fácil na pintura de Dalí''
Eliza Bartolozzi Ferreira
A raposa cuidando do galinheiro
Na lógica do custo-benefício, governo Hartung entende que deve ofertar um ensino pasteurizado, de baixo custo e restrito a quem podem estudar em período integral
JR Mignone
A cobertura da Copa
No mês que antecedeu a Copa e no mês do desenrolar da competição, a Globo abusou da cobertura a ponto de cansar até o telespectador que gosta de esportes
Roberto Junquilho
A carne mais barata
A população de pessoas em situação de rua aumenta, como sinal de falência da gestão pública
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Entre a salada e o vinho
MAIS LIDAS

Hartung recebe alertas sobre gastos, publicidade e execução de programas em ano eleitoral

Ministério Público acusa superintendente do Ibama/ES de improbidade administrativa

Conto surrealista

Comunidade reforça que base da PM deve ser instalada na parte alta do Morro da Piedade

Sem freio