Seculo

 

A redenção de Ricardo


09/10/2017 às 12:18
O senador Ricardo Ferraço nunca foi uma liderança bafejada pela sorte. Mas, desta vez, parece que a situação pode lhe favorecer. Graças a uma manobra precipitada do vice-governador César Colnago, de filiar às pressas aliados palacianos no PSDB, como se já tivesse consolidado sua vitória na disputa da estadual, o senador aparece como solução para acalmar os ânimos dentro do partido. 
 
Uma vez arrefecida a temperatura interna no ninho tucano, além de garantir a paz, o senador pode ganhar musculatura política para se tornar um jogador importante no jogo político do próximo ano. Afinal, como presidente do PSDB capixaba ele terá condição de se tornar o grande articulador do partido em 2018. 
 
Isso não significa que Ricardo possa tirar o ninho do palanque de Hartung, mas a negociação se daria em outro patamar. Dentro do partido, a reeleição do senador é uma prioridade. Isso vem da nacional, é um assunto inegociável para as composições no Estado. Mas com Ricardo negociando isso, a possibilidade de manobra desaparece. 
 
Além disso, Ricardo Ferraço pode se movimentar sem a irritação causada por Colnago no grupo que não se alinha ao Palácio Anchieta. Com o partido na mão, o senador se torna um articulador no processo de 2018 e em condições de negociar com o governador Paulo Hartung. Por isso, dentro do partido o nome dele tem ganhado aderência para a disputa interna de novembro. 
 
Se Ricardo Ferraço se fortalece, Colnago fica em situação complicada. O governador, obviamente, preferia seu vice no comando do partido a Ricardo Ferraço, que tem aquela mágoa antiga de 2010, quando foi substituído pelo então senador Renato Casagrande (PSB), na cabeça de chapa à sucessão de Hartung. É uma questão de confiança. Mas se não tem tu, o governador vai ter que negociar com “tu mesmo”. 
 
Fragmentos:
 
1 – Os deputados estaduais que estavam contando como apoio de Amaro Neto (SD) para fortalecer seus palanques à reeleição no próximo ano, devem colocar as barbas de molho. A julgar pela falta de interesse do governador em resolver problemas do plenário da Assembleia. Os parlamentares podem ser barrados na campanha palaciana.
 
2 – A declaração do deputado ao jornal ES Hoje pode colocar ainda mais fogo na relação do plenário. É que desde que houve o lançamento da possível candidatura de Amaro Neto ao Senado, a ideia era fazer um tour pelo Estado com a estrela máxima da Assembleia, o que não estaria acontecendo. Já tem deputado irritado com isso.
 
3 – Mal começou a movimentação dos aliados palacianos em direção ao PSDB e o deputado estadual Esmael Almeida, que hoje está no PMDB de Paulo Hartung, já se assanha a buscar aproximação com o ninho tucano.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Facebook
Sem freio

Palestras, CPI, ''showmícios'' e até lançamento de disco. Quem para o casal Magno Malta e Lauriete?

OPINIÃO
Editorial
A Ponte da Discórdia
Terceira Ponte entra novamente no centro dos debates políticos em ano eleitoral. Enquanto isso, a Rodosol continua rindo à toa...
Piero Ruschi
O Governo do ES e seu amor antigo ao desamparo ambiental
Mais um ''Dia Mundial do Meio Ambiente'' se passou. Foi um dia de ''comemoração'' (política)
Gustavo Bastos
Conto surrealista
''virei pasta para entrar mais fácil na pintura de Dalí''
Eliza Bartolozzi Ferreira
A raposa cuidando do galinheiro
Na lógica do custo-benefício, governo Hartung entende que deve ofertar um ensino pasteurizado, de baixo custo e restrito a quem podem estudar em período integral
JR Mignone
A cobertura da Copa
No mês que antecedeu a Copa e no mês do desenrolar da competição, a Globo abusou da cobertura a ponto de cansar até o telespectador que gosta de esportes
Roberto Junquilho
A carne mais barata
A população de pessoas em situação de rua aumenta, como sinal de falência da gestão pública
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Entre a salada e o vinho
MAIS LIDAS

Hartung recebe alertas sobre gastos, publicidade e execução de programas em ano eleitoral

Ministério Público acusa superintendente do Ibama/ES de improbidade administrativa

Conto surrealista

Comunidade reforça que base da PM deve ser instalada na parte alta do Morro da Piedade

Sem freio