Seculo

 

Pedida prisão de vereador de Nova Venécia acusado de furtar notebook


09/10/2017 às 13:03
O Ministério Público Estadual (MPES), por meio da Promotoria de Justiça de Nova Venécia (região noroeste), denunciou o vereador Ronaldo Barreira (SD), pelo furto de um notebook que pertence à Câmara de Vereadores do município.  Ele foi acusado do crime de peculato-furto. O órgão ministerial pediu à Justiça a decretação da prisão preventiva do vereador, além da retenção de 60% de seus vencimentos durante o tempo em que durar o processo.

De acordo com a denúncia, o crime teria ocorrido no dia 2 de janeiro deste ano. Com base em imagens de câmeras de videomonitoramento, o MPES relata que o vereador retirou o notebook de seu gabinete e o levou para casa, retirando o número de patrimônio do equipamento. Ronaldo Barreira chegou a prestar depoimento na Delegacia de Polícia, negando que estivesse com o aparelho.

No entanto, os policiais cumpriram um madado de busca e apreensão na residência do vereador, que é ex-presidente da Câmara, localizando o notebook, que passou por perícia técnica, confirmando ser o mesmo aparelho usado na Câmara, “Assim agindo, observa-se que o denunciado, de forma livre e consciente, na qualidade vereador da Câmara Municipal de Nova Venécia (funcionário público), subtraiu em proveito próprio bem público”, diz a denúncia.

O MPES pede a condenação do vereador pelo crime de peculato-furto, cuja pena varia de dois a 12 anos de reclusão e multa. A promotoria também quer o pagamento de ressarcimento por dano moral à credibilidade da democracia e à imagem dos parlamentares, no valor de R$ 200 mil.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Apertem os cintos...

Senadora Rose de Freitas, a ‘mãe do aeroporto’, corre o risco de perder o melhor da festa para Paulo Hartung

OPINIÃO
Editorial
Disciplina X Autoritarismo
Hartung tem sido um péssimo exemplo para a tropa da PM no que diz respeito ao cumprimento das leis
Gustavo Bastos
Sobre um pesadelo
“Nos meus oito ou nove anos de idade, eu tinha obsessão pelos diferentes nomes dados ao tinhoso”
Roberto Junquilho
Gestão hi-tech
O prefeito de Vitória, como seguidor da modernidade, agora virou ator de peças publicitárias
Geraldo Hasse
Cuba, Congo e Bolívia
Em livro extraordinário, o jornalista Flávio Tavares exuma o cadáver do mito Che Guevara
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

A arte de pilotar motocicletas – ou com Chico na garupa
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Yes, nós também!
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Prefeitura vende o Saldanha da Gama para a Fecomércio

Amaro Neto fica no Solidariedade e confirma disputa ao Senado

Comunidade vence Hartung: abertas matriculas no ensino médio noturno

Cuba, Congo e Bolívia

O último adeus do Adiós, Me Voy