Seculo

 

Casagrande inclui ES na cesta de negociação nacional do PSB para a Presidência da República


09/10/2017 às 17:32
O ex-governador Renato Casagrande tem assumido uma postura protagonista nas articulações do PSB nacional para a disputa eleitoral do próximo ano. Embora não fale sobre sua participação na disputa ao governo do Estado, o partido tem negociado apoio a 10 candidaturas estaduais, incluindo o Espírito Santo. 
 
Em entrevista ao Estadão (08/10/17), Casagrande, que é secretário-geral do partido, falou sobre os caminhos do PSB para 2018. O partido estuda quatro propostas: trabalhar um palanque próprio à Presidência da República; ou apoiar Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (Rede) ou Geraldo Alckmin (PSDB). Mas as conversas não envolvem apenas o palanque presidencial, requerem uma contrapartida nos Estados. 
 
Ainda segundo o Estadão, O PDT  propõe uma aliança horizontal, com ninho socialista apoiando a candidatura de Ciro Gomes em troca de apoio a 10 candidaturas do PSB nos Estados. Entre elas estão São Paulo, Minas Gerais, Paraíba, Distrito Federal, Espírito Santo, Rio Grande do Sul e Pernambuco.
 
Renato Casagrande, que coordena o programa de governo do partido para o próximo ano, afirmou ao jornal que o PSB espera reciprocidade regional de quem estiver a seu lado. "Uma aliança nacional se estabelece com interesse nacional e os regionais", afirmou ao Estado. 
 
No Espírito Santo, essa movimentação esbarra na conversa entre Casagrande e Rose de Freitas (PMDB). A senadora tem se colocado como candidata ao governo. Na semana passada, os dois almoçaram juntos em Brasília. Saíram do encontro afirmando que o tema tratado na conversa foi as reformas, mas nos meios políticos a especulação é de que o prato principal foi a disputa estadual. 
 
Casagrande tem feito várias reuniões no Estado com lideranças políticas do interior para debater a conjuntura política. Já Rose de Freitas tem feito entregas de emendas nos municípios ao lado de lideranças políticas. Os dois formam um palanque que pode enfrentar o do governador Paulo Hartung nas eleições de 2018. 

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Próximos capítulos

Com Colnago no comando, dá para imaginar como ficaria o PSDB em 2018, inserido no projeto de Hartung...mas e se Max Filho levasse o pleito, como seria a relação do partido com o governador?

OPINIÃO
Piero Ruschi
O ‘Santo Graal’ de Augusto Ruschi
Eventos recentes de desrespeito ao Museu Mello Leitão, camuflados sob a criação do INMA, ressuscitam episódios históricos lamentáveis
Renata Oliveira
Uma nova bandeira se ergue
O programa de combate à violência contra a mulher leva o governador Paulo Hartung a nova narrativa para 2018
Gustavo Bastos
O verão do amor e o movimento hippie
O que representava o movimento hippie como tal era a utopia
Geraldo Hasse
As abelhas e o Agro
Alguns líderes se dão conta da mútua dependência entre animais e plantas
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Panorama Atual

Roberto Junquilho

Este blog fica por aqui
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Algo de novo no ar
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

As abelhas e o Agro

'Refiliação' de secretário aumenta tensão no PSDB

Sessão solene de homenagem a professores é marcada por protesto

Uma nova bandeira se ergue

Bancada apresenta R$ 1,4 bi em emendas para o Espírito Santo