Seculo

 

Conselho da Transparência ratifica multa à empresa que apresentou documento falso


11/10/2017 às 13:20
O Conselho do Controle e da Transparência (Consect) confirmou a aplicação de penalidade à empresa Alterna Telecomunicações e Conectividade Ltda pela ocorrência de irregularidade em licitação pública. No julgamento realizado no último dia 26, o órgão deu parcialmente provimento ao recurso da empresa, mantendo o percentual da multa em 5% de seu faturamento bruto no exercício de 2015. A empresa foi acusada de apresentar documento falso.

O extrato da decisão recursal Consect (nº 004/2017) saiu publicado no Diário Oficial desta quarta-feira (11). Em abril de 2016, a Alterna foi alvo de um Processo Administrativo de Responsabilização (PAR) na Secretaria de Controle e Transparência (Secont). A acusação era de que a empresa apresentou um atestado de capacidade técnica com informações equivocadas em uma licitação feita pela Secretaria de Saúde (Sesa) para interligação de sua rede de dados. A Alterna acabou sendo vencedora do certame, avaliado em R$ 5,28 milhões em junho de 2015.

Após seis meses de investigação, a Secont concluiu que a Alterna apresentou documentos falsos e/ou adulterados. A empresa acabou sendo multada em R$ 165 mil, com base na Lei Anticorrupção. Ela recorreu então ao Conselho, que é a última instância administrativa a se pronunciar. A lei prevê até a possibilidade de impedir a empresa de prestar serviço ao poder público, porém, a opção foi de aplicar somente a multa.

Hoje, a Alterna fornece serviços para diversas pastas do Poder Executivo e outros órgãos públicos como, por exemplo, o Ministério Público Estadual (MPES) – que fechou recentemente um contrato com a empresa.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

'Tem boi na linha'

Metendo-se no meio da disputa caseira entre Hartung e Casagrande, Rose de Freitas tem realmente alguma chance?

OPINIÃO
Editorial
As novas roupagens da censura
Os resquícios da ditadura militar ainda assombram a liberdade de expressão no País, estendendo seus tentáculos para o trabalho da imprensa
Eliza Bartolozzi Ferreira
Cada qual no seu lugar
As escolas fazem ciência; as igrejas doutrinação. Projeto Escola Sem Partido é, no mínimo, uma contradição de base do vereador de Vitória, Davi Esmael (PSB)
Erfen Santos
Sugestão Netflix – um filme necessário
Indicado ao Oscar, Strong Island supera a maioria dos documentários, por mesclar a experiência familiar com a crítica social
JR Mignone
A batalha
Não sei se posso dizer, mas ainda hoje me sinto um pouco frustrado com a nossa profissão. Sério!
Roberto Junquilho
Renovar o quê?
Os ''novos'' na política mantêm velhos conceitos e se agarram em grandes corporações empresariais
Bruno Toledo
Estado sem PIEDADE!
As tragédias que se sucedem no Morro da Piedade sintetizam as contradições mais evidentes e brutais do modelo de sociedade e de Estado que estamos mergulhados
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Entre a salada e o vinho
MAIS LIDAS

Produtor rural teme uma tragédia na região da Barragem do Rio Jucu

Sicoob em Cariacica é processado por falta de acessibilidade

As novas roupagens da censura

Ufes sedia seminário do Dia Internacional contra a Tortura