Seculo

 

Âncora eleitoral


11/10/2017 às 18:33
Primeiro o pedido para "abrir mão" do foro privilegiado e, agora, o comparecimento espontâneo à Polícia Federal para prestar esclarecimentos e apresentar documentos. O senador Ricardo Ferraço (PSDB) não desiste da estratégia de antecipar sua inocência no caso do inquérito que responde por recebimento de suposto caixa dois da Odebrecht na eleição. Sem entrar no mérito da acusação, que pode mesmo terminar favorável para Ferraço, como já sinalizou o ministro-relator da Lava Jato, Edson Fachin, trata-se de mais uma jogada da esperteza política do senador, que tem pressa para não chegar à eleição de 2018 com o peso desse carimbo. Para fora, as investidas até aqui parecem ter atendido ao objetivo de Ferraço. O discurso, nos dois casos, rendeu holofote na imprensa e até elogios, como do ministro Luis Barroso nesta quarta-feira (11), na Época. Para dentro do processo, porém, não. No pedido apresentado pela defesa do senador de arquivamento do inquérito, Barroso concordou que os agentes públicos não devem suportar indefinidamente o ônus de figurar como alvos de investigações, mas entendeu que ainda existem diligências a serem providenciadas, definindo mais dois meses de prazo para que a PF conclua as investigações. Quer dizer, se der sorte, muita mesmo, Ferraço termina o ano igual o governador Paulo Hartung: livre da âncora Lava Jato, quase levitando no campo político para construir o caminho à reeleição. Caso contrário...
Não tem pra ninguém
Ferraço e Hartung, aliás, foram citados nas delações da mesma Odebrecht, mas a fórmula do governador é exclusiva! Paw, pow, não tinha mais investigação. Paw, pow, voltou imediatamente a ganhar destaque na imprensa nacional.
Projeto pessoal
Por falar nisso, não é novidade que o marketing de Hartung é de responsabilidade da agência de comunicação contratada por ele, a FSB, considerada a maior do País - imagina o preço! Para melhorar...
Projeto pessoal II
...a Secretaria de Estado de Comunicação (Secom) tornou público no Diário Oficial a contratação da CDN Comunicação Corporativa, também uma das maiores do mercado, para realizar capacitação de pessoal entre os próximos dias 23 e 27 de outubro. Informações sobre quantidade de pessoas e valores? Não têm!
Trunfo
A incógnita da vez no governo é como aproveitar o excesso de exposição do secretário de Segurança, André Garcia. Se numa candidatura à Câmara dos Deputados ou à Assembleia Legislativa? Única certeza é que Hartung o quer como trunfo num mandato parlamentar.
Vale tudo
Enquanto o PSDB pega fogo com o movimento de filiação do secretário de Estado de Agricultura, Octaciano Neto, ele circulou nesta quarta-feira (11) ao lado do governador, em agenda no distrito de Pequiá, em Iúna, região do Caparaó. Inauguração? Evento? Nada disso, visita a uma estrada rural. Ano pré-eleitoral, sabe como é...
'Persona non grata'
Ainda no ninho tucano, a informação de que o deputado estadual Esmael Almeida (PMDB) estaria se movimentando para entrar no partido causou reações imediatas. Se o pé na porta para Octaciano foi por maioria, para Esmael será por unanimidade, garantem as lideranças.
'Persona non grata II'
É que, dentro do PSDB, ninguém tira da cabeça que teve algum dedo de Esmael naquela campanha ofensiva e pesada promovida por Edson Ribeiro - na época PSDC - à prefeitura de Vitória em 2012, que acabou recaindo sobre os ombros de Luiz Paulo Vellozo Lucas. Quem não se lembra?
Já vi esse filme
Esmael, aliás, se inspirou no presidente da Câmara de Vila Velha, Ivan Carlini (DEM)? Carlini, até outro dia, mudava de partido de acordo com o prefeito eleito da cidade. Já o deputado, parece atento aos acenos do governador Paulo Hartung.
Uniforme
O deputado estadual Da Vitória (PDT) circula pra baixo e pra cima distribuindo a camisa da Campanha Duplique Já!, que denuncia a omissão da ECO 101. Haja camisa, hein?!
Nas redes
"Seama, Iema e Semmam, uma única pergunta: tem material particulado das emissões das poluidoras da Ponta de Tubarão - Vale e Arcelor - na composição do pó preto na areia do final da Curva da Jurema?". Juntos -SOS Espírito Santo Ambiental - no Facebook).
PENSAMENTO:
"O mestre disse: Quem se modera, raramente se perde". Confúcio

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
CMV
Blindagem coletiva

Greve dos professores não reforçou apenas o perfil antidemocrático do prefeito, mas também a omissão da Câmara de Vitória. Só Roberto Martins enxerga o óbvio?

OPINIÃO
Editorial
'Gestão compartilhada'
Ofensiva de Luciano Rezende contra movimento dos professores revela autoritarismo e inabilidade política
Piero Ruschi
Pets: uma questão de responsabilidade socioambiental
Felizes as pessoas que podem ter um animal de estimação! Felizes os animais de estimação que têm um dono responsável!
Gustavo Bastos
Para que Filosofia?
''é melhor existir do que o nada''
Bruno Toledo
Por que negar os Direitos Humanos?
Não há nada de novo nesse discurso verde e amarelo que toma as ruas. É a simples manutenção das bases oligárquicas do Brasil
JR Mignone
O voto facultativo
Atual insatisfação com a política seria uma chance para começar a estudar a implantação do voto facultativo?
Roberto Junquilho
Que novo é esse?
O presidenciável do PRB, Flávio Rocha, apresenta velhas fórmulas de gestão e envolve jovens lideranças
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Para, relógio
MAIS LIDAS

STF mantém interrupção de pagamento de gratificação a procuradores de Justiça no ES

Blindagem coletiva

Que novo é esse?

Professores encerram greve, mas movimento reivindicatório continua em Vitória

MAB: 'Falta organização e profissionalismo na Fundação Renova'