Seculo

 

Renato Casagrande se credencia com eleitor do interior do Estado


12/10/2017 às 19:54
Nos últimos meses o governador Paulo Hartung (PMDB) tem apresentado uma agenda de entregas no interior, no sentido de se fortalecer politicamente com esse eleitorado e de buscar o equilíbrio do jogo político com a senadora Rose de Freitas (PMDB), apontada como sua adversária política na disputa do próximo ano.
 
Mas para a surpresa de algumas lideranças políticas que tem rodado o Estado, quem tem aparecido como um nome forte para a disputa em uma expectativa de confronto com Hartung é o ex-governador Renato Casagrande (PSB), quando seu nome é colocado para os moradores do interior como um possível postulante à cadeira.  
 
A surpresa se dá por dois motivos: o primeiro é que Casagrande não tem se colocado como um nome para a disputa estadual. Embora esteja circulando pelo Estado e discutindo com lideranças, diz que não é o momento de se pensar em nomes. O outro motivo é que o ex-governador teve seu pior desempenho na disputa de 2014, justamente no interior. 
 
Para os meios políticos, o fortalecimento do socialista se dá pelo enfraquecimento da imagem do governador. Desde a crise com a segurança pública no Estado, o governador sofreu um grande desgaste político. Além disso, suas investidas para a política nacional não estariam sendo bem vistas pela população do Estado. 
 
Já o ex-governador teria como principal barreira a falta de visibilidade. Desde que perdeu a disputa e enfrentou uma propaganda negativa do atual governo, com o discurso de que deixou o Estado quebrado, Casagrande não tem conseguido manter sua imagem na mídia. Mas quando recordado pelo eleitorado, é bem visto pelos moradores. 
 
Essa percepção das lideranças fortalece a ideia de que em um possível acordo entre ele e a senadora Rose de Freitas (PMDB), a movimentação do palanque poderia ser maleável. Caso Rose não consiga o aval do partido para disputar o governo, o socialista  poderia assumir a frente da campanha, tendo a senadora como principal aliada. 

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

Revoada tucana

Que a saída de Majeski do PSDB é iminente, não há dúvida. Mas circula que os tucanos contrários ao projeto de Colnago pensam em bater asas com ele

OPINIÃO
Renata Oliveira
Solidão sem fim
A oposição de Majeski na Assembleia não encontra coro entre os pares, nem no grupo arredio
JR Mignone
Rádio bandeira
A trajetória deste segmento de rádio em capitais é grande
Geraldo Hasse
Os golpes se sucedem
Em plena era do GPS, a reforma trabalhista sugere multiplicar os ''chapas''
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Fuga do Paraíso
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Ministério Público vai destinar mais R$ 700 mil a gastos com terceirizados

Prefeitura de Vitória perde mais uma contra ocupantes do Santa Cecília

Movimento nacional para ser vice abre nova janela de oportunidade para Hartung

Seminário debate formas de erradicar o trabalho infantil

Eleição da nacional alimenta divisão no PSDB capixaba