Seculo

 

A gente vai levando


25/10/2017 às 23:21
Na verdade chega um momento, um dia, uma hora, que começamos achar tudo repetitivo. A começar pelo trabalho que fazemos, ou seja, a comunicação. A televisão está repetitiva, o futebol continua com o nível baixo, os noticiários mostram as mesmas coisas. Os assuntos são recorrentes em política, economia e por aí vai. Uma decepção completa.
 
Nada de novo. Os programas de TV que o pessoal gosta são os previsíveis realitys. Todos os canais no mesmo esquema. No rádio, a nova música denominada pobremente de “sofrência” - ainda por cima agredindo nosso vocabulário. No cenário internacional, as reuniões de cúpula dos países mais ricos e poderosos. Na pauta, vaidades e provocações para medir forças. Tudo virando rotina.
 
Sem contar que ano que vem tem eleição e uma campanha política que ainda é uma incógnita. Ninguém sabe se terá Lula ou se ele estará preso. Pelo menos também gente que acredita que Lula não consegue disputar a eleição. Com a reforma política aprovada pela metade, não nos livrou da propaganda política na TV e no rádio. Ninguém aguenta mais!
 
No esporte ate a Seleção Brasileira antecipou a vaga para a Rússia. Agora a chatice de esperar ate lá. Na F1 uma disputa de escuderia, mas que não merece a atenção do povo brasileiro, como era nos tempos gloriosos de Senna.
 
Nas novelas, nada de novo. As mesmas caras, as mesmas interpretações, os mesmos roteiros. A sociedade, por sua vez, esta mais à mercê da violência, que afeta todas as camadas sociais, sem distinção. De quebra, colunismo social segue exibindo amenidades, apartado da realidade. 
 
Agora, tem duas coisas, sendo que uma pode mudar e outra não. A que muda é o crescimento do meu neto Enrico. É bom vê-lo crescer. E o que não pode mudar, é a rotina de nadar todas as manhãs na Curva da Jurema com o pessoal de sempre. Voltarei em breve!
 
PARABÓLICAS
 
Espera-se que Miguel Trés esteja satisfeito com sua Rádio Antena 1. Porque muita gente estava com saudades da programação
 
João Batista, mago do rádio e da propaganda de São Mateus e região, anda sumido da capital. Por que será?
 
João Cremasco está de rádio nova. Nova Onda em Linhares. Uma FM popular para o deleite dos ouvintes.
 
Olegário Gonçalves está remoçado na sua página do Facebook. Parece um garoto de 30 anos. Parabéns ao velho lobo do rádio
 
MENSAGEM FINAL
Daria tudo que sei pela metade do que ignoro. René Descartes

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

Por trás das cortinas

Hartung não ataca mais Casagrande como antes. E vice-versa

OPINIÃO
Editorial
Maquiagem oficial
Depois de episódios de repressão, governo Hartung tira a semana para valorizar uma das piores áreas de sua gestão: segurança pública
JR Mignone
Rádio Carnaval
'Taí' um dos poucos eventos em que o rádio perde feio para a televisão
Roberto Junquilho
O dia seguinte
O governador Paulo Hartung terá que se voltar mais intensamente à sua sucessão, depois de desfeito o sonho de ser vice de Luciano Huck
Geraldo Hasse
Manobras perigosas
Os empresários, que surfaram na onda de Lula, estão assustados com a pororoca de Temer
JR Mignone
Banalização
O carnaval fez com que se desse uma trégua nas informações sobre política no Brasil
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

A arte de pilotar motocicletas – ou com Chico na garupa
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Yes, nós também!
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Luiz Paulo disputará cadeira na Câmara dos Deputados pelo PPS

Sesc Glória abre inscrições para propostas de apresentações

Manobras perigosas

Banalização

Hospital Bezerra de Farias suspende atendimento por falta de médicos