Seculo

 

Transferência de hospital vira briga política em Colatina


01/11/2017 às 12:51
A discussão sobre a transferência do Hospital Silvio Avidos, em Colatina, para outro imóvel na cidade tem ganhando corpo nos meios políticos e se transformou numa queda de braço entre o Palácio Anchieta e lideranças políticas contrárias à mudança. Nessa terça-feira (31), o governo do Estado foi intimado pelo juiz Menandro Taufner Gomes, da Vara da Fazenda Pública Estadual, a se manifestar em 72 horas sobre o processo de licitação para alugar um imóvel que abrigaria o hospital. 
 
A decisão partiu de uma denúncia do Ministério Público, que pedia a anulação da licitação da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) por suspeita de fraude no processo. Na última quarta-feira (24), o deputado Paulo Foletto (PSB) denunciou na Câmara dos Deputados irregularidades na contratação. 
 
Posteriormente à fala do deputado, o secretário de estado de Saúde do Espírito Santo, Ricardo de Oliveira, esteve na cidade para dar explicações. Garantiu que não havia irregularidades no processo e que existiam três propostas interessadas. Mas que antes da finalização da contratação do espaço para alocar o hospital haveria uma avaliação dos interessados. E que a escolha só aconteceria depois dessa análise.
 
As justificativas, porém, não convenceram o Ministério Público Estadual, que entrou com uma ação para suspender todo o processo depois de identificar várias irregularidades. Entre elas estão a falta de projeto básico em acordo com o regulamento que rege a unidade; restrição do caráter competitivo do certame, pré-ajustamento com empresas habilitadas, sobrepreço, inobservância à uma ação civil pública que trata da construção de um novo hospital na cidade e existência na cidade de local doado pelo governo federal para abrigar a unidade.
 
Nessa terça-feira, o deputado do PSB fez outro discurso na Câmara sobre a situação do processo de chamamento público. “Prezo por um processo sério e que seja revestido de legalidade. É preciso principalmente que a gestão do dinheiro público seja feita de forma eficiente e responsável”, reforçou.
 
Na semana passada, alguns deputados estaduais também falaram sobre o assunto, como o deputado Josias da Vitória, que é do município. O deputado afirmou que apoia a ampliação do Hospital Silvio Avidos, mas não da forma como o governo do Estado está fazendo. A empresa melhor habilitada no chamamento público poderá receber R$ 320 mil por mês, destacou o deputado. 
 
“São R$ 3,8 milhões por ano, mais de R$ 76 milhões durante os 20 anos, mantendo a intenção do governo. Esse montante daria para construir um ótimo hospital para receber o novo Silvio Avidos. “Só peço ao Governo: debata com a sociedade de Colatina e respeite a opinião do povo”, afirmou o deputado.
 
Na cidade, quem acabou sendo atacado por causa da concorrência no Silvio Avidos foi o ex-prefeito Guerino Balestrassi (PSDB), que foi acusado de beneficiar empresas no processo. O tucano denunciou o caso à delegacia de crimes eletrônicos e prometeu processar os responsáveis por postagens neste sentido nas redes sociais.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Leonardo Duarte/Secom
Uma coisa só

Enquanto no campo nacional PRB e MDB ainda estão em fase de namoro, no Estado o partido já é um “puxadinho” de Hartung. E tudo começou com Roberto Carneiro...

OPINIÃO
Editorial
MPES omisso
Ministério Público decidiu não participar das audiências de custódia. Um dos prejuízos: denúncias contra tortura, comumente relatada por presos
Piero Ruschi
Pets: uma questão de responsabilidade socioambiental
Felizes as pessoas que podem ter um animal de estimação! Felizes os animais de estimação que têm um dono responsável!
Gustavo Bastos
Para que Filosofia?
''é melhor existir do que o nada''
Bruno Toledo
Por que negar os Direitos Humanos?
Não há nada de novo nesse discurso verde e amarelo que toma as ruas. É a simples manutenção das bases oligárquicas do Brasil
Eliza Bartolozzi Ferreira
Políticas de retrocesso
Dados educacionais do governo Paulo Hartung são alarmantes
Geraldo Hasse
Vampirismo neoliberal
O governo oferece refrescos aos trabalhadores enquanto suga seu sangue
Roberto Junquilho
Quem governa?
Um novo porto na região de Aracruz demonstra que, para as corporações, as minorias não importam
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Uh, Houston, temos um problem
MAIS LIDAS

Sindicato protocola denúncias contra Sesa por contratação de Organizações Sociais

Corrida ao Senado sinaliza mudança na bancada capixaba

Quem governa?

Vampirismo neoliberal

Greve dos professores de Vitória continua por tempo indeterminado