Seculo

 

Entidade denuncia má gestão da qualidade do ar aos Ministérios Públicos Estadual Federal


01/11/2017 às 17:39

Denunciando sistematicamente os desmandos da (falta de) gestão da qualidade do ar na Grande Vitória há mais de quatro anos, a ONG Juntos SOS ES Ambiental registrou, nessa terça-feira (31), duas Notícias de Fato no Ministério Público Federal (MPF) e Estadual (MPES), ambas com o mesmo teor, enumerando falhas graves cometidas pelos gestores estaduais e municipais, e requerendo providências.

Entre as falhas, estão a falta de estabelecimento das novas metas para cada um dos poluentes monitorados pelo Instituto Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) e pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Serviços Urbanos (Semmam).

As novas metas deveriam ter sido definidas há mais de quatro anos, segundo o Decreto nº 3463-R, que trata da gestão da qualidade do ar no Espírito Santo. Mas, ao contrário, os gestores públicos ainda trabalham com a Meta Intermediária 1 (MI1), de 14g/m².30dias, no caso do Iema.

As Notícias de Fato passam pelos artigos do referido Decreto, narrando as ações que deixaram de ser feitas pelos poderes públicos. Além desta, também a falta de reuniões ordinárias da Comissão Estadual para a Qualidade do Ar (CEQAR), criada para acompanhar, orientar e propor ações para a implementação da Política e do Plano Estratégico de Qualidade do Ar (PEQAr) no Estado.

As duas peças citam também outros requerimentos já protocolados pela Juntos nos mesmos MPF e MPES ou diretamente nos órgãos gestores municipal e estadual, a exemplo dos pedidos de explicação e providências com relação à extrapolação dos padrões máximos de partículas sedimentáveis pela Estação da Enseada do Suá, em Vitória, no último mês de agosto, que chegou a 16,5g/m².30 dias.

Ou o aumento expressivo da poluição por pó preto no mês de outubro passado, inclusive nas areias das praias de Camburi, Curva da Jurema e Ilha do Boi, “onde foram solicitadas coletas de amostras com objetivo de se fazer analises qualitativas e quantitativas com objetivo de se analisar da presença de materiais particulados de emissões das poluidoras de Tubarão, Vale e ArcelorMittal e suas contribuições”, informam as Notícias de Fato.

Ressaltando a necessidade de um meio ambiente preservado para a manutenção da saúde das pessoas e as funções dos Ministérios Públicos, de “promover o inquérito civil e a ação civil pública, para a proteção do patrimônio público e social, do meio ambiente e de outros interesses difusos e coletivos”, segundo a Constituição Federal, a Juntos -SOS faz quatro requerimentos, exigindo que os MPs intercedam junto ao Iema e à Semmam para que os mesmos cumpram a legislação ambiental estadual em vigor. “Reunimos todas as últimas denúncias que fizemos, exigindo providências”, afirma Eraylton Moreschi Junior, presidente da Juntos SOS ES Ambiental.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Quem dá mais?

Enquanto o mercado político se divide cada vez mais entre o bloco palaciano e o puxado por Casagrande, Audifax segue com acenos para o lado que mais convém

OPINIÃO
Editorial
Castigada seja a hipocrisia!
Ideal, mesmo, seria ver tamanha indignação dos deputados estaduais no debate sobre nudez artística em casos reais de atentado à paciência da sociedade
Piero Ruschi
A decadência da celulose
O plantio de eucalipto destinado à produção de celulose no Estado sofrerá reduções extremamente positivas ao capixaba
Gustavo Bastos
Conto carnavalesco
''Qual é o sentido do carnaval para você?''
Geraldo Hasse
Manobras perigosas
Os empresários, que surfaram na onda de Lula, estão assustados com a pororoca de Temer
JR Mignone
Banalização
O carnaval fez com que se desse uma trégua nas informações sobre política no Brasil
Roberto Junquilho
Hora do plano B
Os planos de Hartung e Colnago retornam à estaca zero com a saída de Luiz Paulo do PSDB
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

A arte de pilotar motocicletas – ou com Chico na garupa
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Yes, nós também!
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Castigada seja a hipocrisia!

Polícia Militar tenta calar cabos e soldados após publicações na internet

Quem dá mais?

Ricardo Ferraço ensaia chapa casada ao Senado com Amaro Neto

Estudantes reagem contra manutenção do reajuste na passagem de ônibus