Seculo

 

Governo assina novo Termo de (Des)Compromisso Ambiental com poluidoras


12/11/2017 às 12:25
O governo Paulo Hartung, ignorando o apelo das entidades ambientais e vereadores da Grande Vitória, vai assinar novos Termos de Compromisso Preliminar Ambientais (TCA) com as poluidoras Vale e ArcelorMittal nesta segunda-feira (13). 

A considerar o histórico desse tipo de “acordo de cavalheiros”, a poluição do ar não sofrerá qualquer redução. O último TCA assinado entre o Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) e a Vale, em 2007, não trouxe qualquer benefício para o meio ambiente ou a saúde da população. Ao contrário, a percepção é que os níveis de poluentes no ar só aumentaram, bem como os incômodos e gastos com limpeza dos imóveis e os problemas de saúde deles decorrentes.

Alertas e apelos no sentido de uma outra forma de negociação entre Estado e poder econômico têm sido feitos insistentemente por entidades ambientalistas da Capital e por vereadores dos municípios de Vitória, Serra, Vila Velha e Cariacica, embasados por estudos científicos e pelos dados levantados pelas Comissões Parlamentares de Inquérito  (CPIs) do Pó Preto da Câmara de Vitória e da Assembleia Legislativa.

Os Relatórios Finais das duas CPIs e diversos requerimentos dos vereadores da Região Metroopolitama recomendam que, ao invés dos Termos de (Des)Compromisso Ambiental (TCAs), sejam estabelecidas condicionantes nos processos de licenciamento ambiental e renovações das Licenças de Operação (LOs) das poluidoras, criando mecanismos mais consistentes para a cobrança do cumprimento das medidas para efetiva redução da poluição.

Na última semana (6 a 8), vereadores protestaram em discursos e requerimentos contra os TCAs e enviaram requerimentos aos respectivos prefeitos – de Vitória, Serra, Vila Velha e Cariacica –, solicitando dados dos sistemas municipais de saúde relativos a registros de doenças respiratórias e cardíacas e de óbitos relativos a esses males, buscando estabelecer relação saúde pública e poluição do ar.

Em níveis mundial e nacional, tal correlação já está evidenciada pelos mais recentes estudos científicos, como o que comprova os malefícios dos gases e partículas poluentes do ar sobre a estrutura da placenta e sobre a formação de cânceres não pulmonares, como de rim, bexiga e intestino.

Em Vila Velha, além dos pleitos – fim dos TCAs e dados sobre saúde pública –, 16 dos 17 vereadores (única exceção foi Reginaldo Almeida, do PSC) assinaram um requerimento ao prefeito Max Filho (PSDB), para que seja solicitado ao governador Paulo Hartung a inclusão dos secretários de Desenvolvimento Sustentável (meio ambiente) e de Saúde em todas as tratativas relativas à redução da poluição do ar, em especial as referentes aos TCAs e Termos de Ajustamento de Conduta (TAC) e à renovação das LOs das poluidoras do complexo portuário e minero-siderúrgico da Ponta de Tubarão.

A assinatura dos novos TCAs preliminares nesta segunda-feira (13) acontece, pois, num clima de muito descrédito por parte da população e dos seus representes nos legislativos municipais.

As Notícias Fato elaboradas pelas entidades ambientalistas reunidas na Juntos SOS ES Ambiental, continuam tramitando nos Ministérios Públicos Estadual e Federal (MPE e MPF), incluindo um abaixo-assinado onde a população manifestou seu apoio ao fim dos TCAs.

O teatro no Palácio (Anchieta) em favor de uma das mais arcaicas atividades econômicas – a mineração e demais atividades industriais correlatas, como a siderurgia – também continua. Mas, até quando?

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

'Tem boi na linha'

Metendo-se no meio da disputa caseira entre Hartung e Casagrande, Rose de Freitas tem realmente alguma chance?

OPINIÃO
Editorial
As novas roupagens da censura
Os resquícios da ditadura militar ainda assombram a liberdade de expressão no País, estendendo seus tentáculos para o trabalho da imprensa
Bruno Toledo
Estado sem PIEDADE!
As tragédias que se sucedem no Morro da Piedade sintetizam as contradições mais evidentes e brutais do modelo de sociedade e de Estado que estamos mergulhados
Eliza Bartolozzi Ferreira
A raposa cuidando do galinheiro
Na lógica do custo-benefício, governo Hartung entende que deve ofertar um ensino pasteurizado, de baixo custo e restrito a quem podem estudar em período integral
JR Mignone
A cobertura da Copa
No mês que antecedeu a Copa e no mês do desenrolar da competição, a Globo abusou da cobertura a ponto de cansar até o telespectador que gosta de esportes
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Entre a salada e o vinho
MAIS LIDAS

Atlas da Violência: Serra e São Mateus registraram o maior índice de homicídios

Sicoob em Cariacica é processado por falta de acessibilidade

Governo escolhe local para base da PM sem consultar moradores da Piedade

A raposa cuidando do galinheiro

Moradores impedem devastação ainda maior da Aracruz Celulose (Fibria) em Lagoa de Coqueiral