Seculo

 

Contas a pagar


13/11/2017 às 14:26
Depois da intensa movimentação dos últimos dias de campanha pela eleição do PSDB capixaba, é hora de sentar e contabilizar os ganhos e perdas dos dois lados. Há contas a pagar tanto para quem ganhou como para quem perdeu. É claro que os boletos de Colnago já estão sobre a mesa.
 
Assunto que rendeu até tapa na cara durante a eleição de sábado (11), a movimentação da máquina foi inegável. A filiação de Octaciano Neto, secretário de Agricultura, e de Enio Bergoli, diretor do DER, ajudaram na captação dos votos especialmente no interior. Em troca, muita gente recebeu a visita de representantes do governo do Estado, do vice-governador ou do próprio Paulo Hartung. 
 
Mas há quem diga que muita coisa ainda precisa ser paga, o que pode complicar a articulação interna. O apoio pode ser cobrado pelos prefeitos, vereadores e outras lideranças do partido. Não se pode dizer que Colnago teve uma vitória maiúscula, categórica. Ele vai lidar com um diretório dividido. Então a pergunta é: até que ponto essa vitória vai lhe garantir o controle integral do PSDB?
 
A movimentação também traz vantagens. Se tudo der certo, Hartung se desincompatibiliza em abril, entrega o bastão a Colnago, que poderá disputar o governo. Com o partido na mão, será mais fácil para o tucano se capitalizar, construindo as alianças de que precisa. O desafio, porém, é unificar o partido. 
 
Do outro lado está o deputado Sergio Majeski, que não tem saída. Ao que tudo indica, terá mesmo que deixar a sigla. O PSDB de Colnago não tem lugar para ele e o deputado também não demonstra qualquer interesse em ficar no ninho sob nova direção. Mas seria importante marcar a posição agora, de imediato. Se esperar até a abertura da janela corre o risco de acabar identificado com a política partidária ou sofrer um processo de desgaste interno que pode deteriorar sua imagem.
 
A preocupação com a fidelidade é desnecessária, afinal, se o partido tentar tomar o mandado do deputado, só vai colocar fermento em sua imagem com o eleitorado. Majeski pode sair ganhando disso, mas precisa agir logo. 
 
Voltando a Colnago, sua ascensão à presidência do PSDB e provável gestão à frente do governo pode encorajar as lideranças que ainda hesitavam diante da possibilidade de enfrentar Hartung e sua polida vitrine. Com Colnago, o jogo pode ficar mais aberto. Já Max Filho pode tentar refazer sua ligação com Colnago e se colocar na fila sucessória para 2022. 
 
Fragmentos:
 
1 – Na convenção estadual do PSDB nesse sábado (11), além de ver sua chapa perder a disputa pelo comando do partido, por 12 votos, o deputado estadual Sergio Majeski saiu do Cerimonial Oasis, em Santa Lúcia, sem seu guarda-chuva. 
 
2 – Entre as lideranças do PSDB que vieram do interior, a interminável reunião para a tentativa de acordo sobre a executiva tinha um toque a mais de desespero. É que a maioria é acostumada a almoçar por volta das 11 horas e lá se iam mais de 14 horas sem acordo e sem comida. 
 
3 – O novo vice-presidente do PSDB, Paulo Ruy Carnelli, fez parte da executiva anterior e compareceu a apenas uma reunião do colegiado. Será que agora ele vai frequentar mais o partido?

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Facebook
Sem freio

Palestras, CPI, ''showmícios'' e até lançamento de disco. Quem para o casal Magno Malta e Lauriete?

OPINIÃO
Editorial
A Ponte da Discórdia
Terceira Ponte entra novamente no centro dos debates políticos em ano eleitoral. Enquanto isso, a Rodosol continua rindo à toa...
Piero Ruschi
O Governo do ES e seu amor antigo ao desamparo ambiental
Mais um ''Dia Mundial do Meio Ambiente'' se passou. Foi um dia de ''comemoração'' (política)
Gustavo Bastos
Conto surrealista
''virei pasta para entrar mais fácil na pintura de Dalí''
Geraldo Hasse
Caetano dá força a Ciro Gomes
O artista baiano se declara admirador do político cearense candidato a presidente
Roberto Junquilho
A carne mais barata
A população de pessoas em situação de rua aumenta, como sinal de falência da gestão pública
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Entre a salada e o vinho
MAIS LIDAS

Hartung recebe alertas sobre gastos, publicidade e execução de programas em ano eleitoral

Ministério Público acusa superintendente do Ibama/ES de improbidade administrativa

Conto surrealista

Comunidade reforça que base da PM deve ser instalada na parte alta do Morro da Piedade

Sem freio