Seculo

 

Corte irregular de recursos destinados ao Fundema é denunciada aos Ministérios Públicos


13/11/2017 às 16:54

A aprovação de uma Lei Complementar inconstitucional e que pode marcar a extinção do Fundo Estadual do Meio Ambiente (Fundema – originalmente denominado Fundo de Defesa e Desenvolvimento do Meio Ambiente) foi denunciada aos Ministérios Públicos Estadual e Federal (MPES e MPF-ES) pelo deputado estadual Sergio Majeski (PSDB).

Em sua argumentação, o parlamentar alega que a LC 869/17, aprovada na Assembleia Legislativa no último dia 20 de outubro, contraria a Constituição Federal, por limitar irregularmente os recursos destinados ao Fundema, desviando para o caixa do Tesouro Estadual, a maior parte dos recursos provenientes de multas ambientais.

Segundo a LC 869/17, apenas as multas de infrações ambientais recorridas ao Conselho Estadual de Meio Ambiente (Consema) devem alimentar o Fundema. “Assim, caso não haja apresentação de recurso tempestivo a algum desses Conselhos contra decisão de órgão ambiental, os valores a serem recolhidos não serão destinados ao Fundema, mas sim ao caixa único ou mesmo ao Tesouro”, destaca o texto das denúncias encaminhadas ao MPES e MPF/ES.

"Como o Conselho, em grande parte, é formado pelo próprio governo e o que interessa, nesse momento, é engordar o caixa do Tesouro, obviamente, os recursos não serão analisados e irão direto para o Tesouro", complementa o deputado.

Esta irregularidade, frisa Majeski, coloca em risco a existência e manutenção do Fundo, que tem o produto das infrações ambientais como seu principal recurso. Outro agravante é a possibilidade de destinar os valores arrecadados para outros fim, que não a resolução dos problemas ambientais do Estado, que enfrenta situação grave de seca desde 2015.

O parlamentar diz ainda que, antes mesmo da aprovação da Lei Complementar modificando a legislação estadual, essa irregularidade já era cometida. “A aprovação do projeto enviado à Assembleia pelo Executivo, portanto, teve como finalidade regulamentar uma infração à Constituição Federal”, protesta.

De acordo com a legislação, os recursos do Fundema são destinados a dar sustentação à Política Estadual de Meio Ambiente, com a finalidade de apoiar planos, programas e projetos de educação e recuperação ambiental e de preservação das áreas de interesse ecológico.
 

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Mais um 'lote'

Depois de conseguir o controle do PSDB e retomar o do DEM, Hartung se volta para um antigo aliado: o PDT

OPINIÃO
Piero Ruschi
Perseguição à honra de Ruschi
Infelizmente, de nada valeram meus 14 anos de contribuição mediante a minha postura de defender o Museu Mello Leitão, criado por meu pai
Renata Oliveira
Cidadãos ilustres
Assembleia deve tomar cuidado com suas medalhas, pois os homenageados de hoje podem ser os apedrejados de amanhã
Gustavo Bastos
Bancas de jornal
A banca de jornal, hoje, é um mundo que tem tudo
JR Mignone
Rádio bandeira
A trajetória deste segmento de rádio em capitais é grande
Geraldo Hasse
Os golpes se sucedem
Em plena era do GPS, a reforma trabalhista sugere multiplicar os ''chapas''
Caetano Roque
Agora é tarde
Não adianta a bancada fazer discurso a favor do trabalhador se ela votou quase à unanimidade a favor do impeachment
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Fuga do Paraíso
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Mais um 'lote'

Operação da Polícia Federal pune empresa que lançava esgoto in natura no Rio Doce

MPES quer reinclusão do fundador da Imetame em ação de improbidade

PDT realiza convenção estadual em dezembro de olho em 2018

Empresários já pressionam Câmara de Vitória por 'ajustes'