Seculo

 

Rádio bandeira


13/11/2017 às 23:50
A trajetória deste segmento de rádio em capitais é grande. A bandeira é a adesão (não filiação) de uma rádio local, ligada, geralmente, a uma grande emissora de um grande centro, geralmente São Paulo. Essas grandes rádios preparam ou aprimoram sua programação para esse fim e oferecem a emissoras fora do eixo seus conteúdos. No início era só musical, hoje está diversificado, seguindo a tendência.
 
Muitos são contra a este tipo de rádio, pois querem valorizar a terra, o mercado. Talvez seja bairrismo, já que comercialmente depende de muitos fatores.
 
Aqui em Vitória a Transamérica chegou primeiro pelas mãos do Grupo Buaiz. Depois veio a Jovem Pan pela Gazeta, ambas no segmento jovem.
 
Aí vieram Antena Um, com Paulo Gava (depois Gazeta), já com programação adulto contemporâneo e a CBN no segmento notícia. O empresário Miguel Trés teve uma experiência desgastante com a Mix, também de São Paulo. A BandNews foi uma das últimas a se instalar por aqui, nas mãos do Grupo Sá Cavalcante. A Cidade fez história em Vila Velha, continua até hoje, mas por conta própria, sob o comando do empresário Jose Luís Dantas. Hoje temos inúmeras emissoras em rede no estilo gospel aqui em Vitória.
 
Parece que trabalhar com bandeira de marca é bom. Mas não se sabe ainda se é bom para o empregador, que economiza em pessoal e administrativamente; ou se é bom porque é só faturar. Mas depende muito do fator conteúdo ter boa audiência ou não.
 
A Transamérica saiu há muito tempo de Vitória, mas pode voltar a qualquer momento. Há sondagens. Só que se vier irá se somar a outras tantas no mesmo segmento jovem. A Mix tenta voltar também. A Antena 1 saiu e voltou novamente, mas em outras mãos. A Antena 1 disputa mercado apenas com a Tribuna, que é daqui, chamada nativa.
 
A Gazeta Rádios só tem uma bandeira que é a CBN. Será que ficará só nisso? A Band News tenta disputar mercado com ela, que está muitos anos por aqui. O Grupo Buaiz esta feliz com a bandeira Jovem Pan. Miguel Trés sossegou com a Antena 1.
 
Mas não podemos esquecer que todas essas rádios brigam com as demais locais, como Litoral, Tropical, Super, Líder, A Cor da Vida. De uma forma ou de outra.
 
O momento das rádios em Vitória não é bom. Uns alegam a crise, outros apontam que faltam estilo e conteúdo. A verdade é que as pesquisas sobre elas deixam a desejar , principalmente o mercado comercial.
 
PARABÓLICAS
 
O radialista e vereador Waguinho Ito homenageou seus pares do rádio com diploma de honra ao mérito. Uma saudável iniciativa do edil
 
Apareceu nas redes sociais um apelo um tanto estranho, o de desfiliação dos radialistas do Sindicato da Classe.
 
André Asa, o radialista que veio de Londres após passar por algumas emissoras, agora é free lancer
 
Sandro Gomes, o incansável, está momentaneamente fora do rádio. Faz parte da assessoria de imprensa do prefeito de Serra, Audifax Barcelos (Rede)
 
MENSAGEM FINAL
 
Eu não creio na sua ressurreição, mas não ocultarei a emoção que sinto diante de Cristo e dos seus ensinamentos. Perante Ele e a sua história não experimento senão respeito e reverência. Albert Camus

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Rabiscos eleitorais

Articuladores já fazem suas contas de 2018. Entre os deputados considerados reeleitos, está quase toda bancada do PMDB, incluindo Erick Musso. Mas, antes, terá que colocar um ''bonde'' pra correr

OPINIÃO
Editorial
À oposição, o respeito!
Seja manifestando uma simples opinião ou criticando medidas do próprio legislativo ou do governo, falou em Sergio Majeski, o tiroteio é garantido
Piero Ruschi
Carta de aniversário ao papai
‘Venho lhe desejar um feliz aniversário de 102 anos, o mais feliz possível, diante de todas mazelas que atormentam o Museu que o senhor criou e o meio ambiente que tanto defendeu
Gustavo Bastos
Destino e acaso
''Quanto ao cético do acaso, ele chama destino de delírio e acaso de nada''
Geraldo Hasse
Em defesa da soberania
Manifesto combate o entreguismo, filho dileto do colonialismo neoliberal
Roberto Junquilho
Os pequenos se movem
Para garantir verba do fundo partidário, siglas como o PCdoB têm que apresentar chapa majoritária em 2018. E, no Estado, como fica?
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Quem quer dinheiro?
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Hartung reforça interesse em projeto nacional nas eleições de 2018

Manifesto denuncia ameaças a lideranças mobilizadas contra agrotóxicos em Boa Esperança

Fundação Renova é multada e Samarco/Vale-BHP vira alvo de mais uma ação civil pública

Morre Chico Flores

Trabalhadores encerram Greve em Brasília e Jejum nos estados