Seculo

 

Cercado


14/11/2017 às 18:18
Oposição ao governador Paulo Hartung, vitória do vice-governador César Colnago e, agora, um convite formal a se retirar do PSDB, com a garantia de não perder o mandato. Se o deputado estadual Sergio Majeski passou o ano inteiro como um "estranho no ninho", a situação atual é insustentável e reascende, no mercado político, o debate sobre seu futuro partidário. A mudança é inevitável e o próprio Majeski sempre manifesta esse desejo. Mas qual seria sua nova "casa"? Tempos atrás, o deputado parecia com um pé na Rede, de Audifax Barcelos, porém, as variáveis do prefeito da Serra em relação a Hartung não oferecem qualquer segurança a Majeski. Outro partido que fez convite a ele foi o PPS, do prefeito de Vitória Luciano Rezende, que também entrou na rota do governador, com a chapa presidencial que seria formada pelo apresentador de TV, Luciano Huck (em conversas adiantadas com o PPS), e Hartung na vice. Porta aberta ao deputado chegou a ser aberta ainda pelo PV, que se mantinha fora da influência de Hartung, no longo período de Cidinéia Fontana à frente da sigla. Mas, logo depois da morte dela, o novo presidente, Fabrício Machado, baixou a guarda para o Palácio. O que sobrou, então? O PSB, do ex-governador Renato Casagrande. Aí vem outra questão. Majeski é cotado para uma disputa ao governo ou ao Senado. Com o "acerto" de Casagrande e a senadora Rose de Freitas (PMDB), teria espaço para o deputado alçar voos mais altos, mantendo seu posicionamento político? Não há caminho fácil!
Outro cenário
Pra você ver, se o prefeito de Vila Velha, Max filho, tivesse levado a disputa interna do PSDB, o deputado poderia virar o candidato ao governo do Estado pelo partido...
'Bronca'
A ida do secretário de Estado de Controle e Transparência, Eugênio Ricas, para a Diretoria de Combate ao Crime Organizado, da Polícia Federal, com a missão de "comandar a Lava Jato", é bom ou ruim para o ex-governador Renato Casagrande (PSB)? O socialista, como se sabe, está com pendenga por conta da investigação, ao contrário de Hartung, que se livrou do abacaxi rapidinho, rapidinho.
'Bronca' II
É que Ricas foi cedido ao governo do Estado a pedido de Casagrande, em 2013. Foi subsecretário de Justiça, secretário, e acabou absorvido por Hartung no terceiro mandato, depois da derrota do ex-governador. Já há quem diga: resta saber como foi o "divórcio" e se Ricas ainda tem alguma consideração pelo ex!
Lados opostos
Por falar na Rede e nas variáveis de Audifax, o prefeito está demais! Nessa segunda-feira (13), acendeu vela para Hartung, com quem pedalou em evento de inauguração de ciclovia no município que administra. Já nesta terça (14), foi a vez de acender vela para o deputado federal Givaldo Vieira (PT), por destinação de emenda para a Serra, também em solenidade. Cisca para todos os lados.
Contradição
No oba-oba da ciclovia, duas coisas chamam atenção na transmissão feita por Audifax nas redes sociais: todos andaram de bicicleta no meio da rua, puxados por Audifax e Hartung. E...o prefeito precisa treinar mais a condução da magrela!
Não mostra o jogo
Colatina, Água Doce do Norte...Casagrande não para! Toda semana, circula pelo interior, com palestras nas câmaras de vereadores. Mas e  2018?
Pé na estrada
Quem também não sai da estrada é o presidente regional do PT, João Coser. Últimas visitas foram em Linhares, Colatina, Alto Rio Novo e Baixo Guandu, onde escuta moradores e conversa com sindicatos. Comum, nessas andanças, surgir o nome de Hartung, como liderança a não apoiar na disputa do próximo ano. Coser, ao contrário de Casagrande, não esconde que é candidato a deputado federal.
'Imagina'...
O Psol noticiou ao Ministério Público Eleitoral a visita do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) ao Estado, nesta terça, como instrumento de campanha eleitoral antecipada para Presidência da República. A Procuradoria Geral da República (PGR) ingressou com representação no mesmo sentido. Vem mais gente por aí!
'Coronel'
Na sessão desta terça, na Assembleia, lá pelas tantas, o deputado estadual Da Vitória (PDT) se dirigiu a Enivaldo dos Anjos (PSD) como "coronel". É, faz algum sentido.
Nas redes
"Pensando aqui! Algum músico vai se inscrever no Edital Mar de Miséria Cultural da PMV? Imoral e não Engorda!". (Músico Fábio Carvalho - no Facebook).
PENSAMENTO:
"Que Deus nos proteja dos santos!". Georges Bernanos

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
'Casa, comida e roupa lavada'

Luciano Rezende arrasta as asas do PPS novamente para Da Vitória e Sergio Majeski, atrás de firmar casamentos eleitorais

OPINIÃO
Editorial
‘Homo hartungus’
As preocupações com o meio ambiente ecoam em todo o mundo. Menos no Palácio Anchieta...
Piero Ruschi
'Santo graal de Augusto Ruschi'
Fórmula eficaz para conservar o meio ambiente utilizada pelo cientista tem a seriedade como um de seus ingredientes mais basais
JR Mignone
Mais uma campanha
A campanha deste ano será diferente, menos enjoativa, menos abrangente nas mídias de rádio e TV, mas com muitas acusações e apelos ridículos
Roberto Junquilho
A hora de Colnago
Atuação do vice se assemelha à autêntica movimentação de campanha eleitoral. Ele roda o Estado, faz entregas e vai sedimentando o caminho
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Admirável mundo novo
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Jardim Camburi ganha sua segunda feira orgânica

‘Não vou caminhar com o governador nem ao lado de quem ele apoiar’

A hora de Colnago

‘Homo hartungus’

Temer afasta por 15 dias quatro vice-presidentes da Caixa Econômica Federal