Seculo

 

Após pressão estudantil, Ufes cancela reunião sobre reajuste no Restaurante Universitário


24/11/2017 às 17:14
Após mobilização dos estudantes, o reitor da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Reinaldo Centoducatte, cancelou a sessão extraordinária do Conselho Universitário, que preside, para a discussão do reajuste do valor da refeição do Restaurante Universitário (RU) para estudantes. A reunião aconteceria nesta sexta-feira (24). A proposta em discussão eleva o valor de R$ 1,50 para R$ 5.
 
Estudantes e membros do conselho iriam protestar contra a proposta. Estudante de Engenharia de Computação e representante discente no conselho, Hudson Ribeiro considera a pauta “delicada”: nas exigências da vida acadêmica, o RU é elemento fundamental para a permanência do estudante dentro do campus, atributo que um aumento escorchante da refeição ameaçaria.
 
“É uma pauta delicada para se discutir à revelia. A gente quer que a discussão sobre o RU seja democratizada”, pontua Hudson, defendendo que a proposta, antes de ser apreciada no conselho, seja debatida entre os estudantes de todos os centros em audiências promovidas pela reitoria. 
 
Hudson não vê sinais de que atual gestão da Ufes possa abrir mão da proposta em discussão. Os sinais, em verdade, são desalentadores: ou aumenta para R$ 5 ou o RU terá que ser fechado. Já os estudantes defendem saídas alternativas, como o congelamento do valor vigente, com revisão contratual com fornecedores do restaurante. Um reajuste é visto como última saída, desde que não sacrifique o corpo discente. 
 
Hudson explica que o processo de revisão tarifária do RU para estudantes é de 2008. O estudante ingressou na universidade em 2012, uma fase ainda boa, segundo conta. O atendimento funcionava sem grandes solavancos e a oferta alimentar, diurna e noturna, era até elogiável. 
 
Há dois anos, no entanto, no rastro da crise econômica, o restaurante enfrenta em uma fase de precarização, com redução de quadro de funcionários (de 150 para cerca de 115, conta Hudson) e degradação da oferta alimentar. A janta, hoje, reduz-se a uma sopa com pão.
 
Ainda não há previsão para uma nova reunião do Conselho Universitário.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
'Devoção' cega

Enquanto lideranças partidárias ecoam o ‘Volta Hartung’, o próprio lava as mãos e deixa seu exército fiel em apuros nas eleições deste ano

OPINIÃO
Piero Ruschi
O Governo do ES e seu amor antigo ao desamparo ambiental
Mais um ''Dia Mundial do Meio Ambiente'' se passou. Foi um dia de ''comemoração'' (política)
Gustavo Bastos
Carta ao inventor da música
''Mas que alma mora no sol?''
Erfen Santos
O Cidadão Ilustre
O filme suscita reflexões pertinentes sobre prêmios literários como o Nobel, que rejeitou grandes escritores
Roberto Junquilho
Tem jabuti na árvore
Por trás da conturbada escolha do candidato ao governo, há uma clara demostração de poder de Hartung
JR Mignone
A importância das eleições
Cada empresa de comunicação tem de se esmerar nas campanhas, sem partido ou cores políticas
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Último desejo
MAIS LIDAS

Ministério Público investiga suspeita de cartel em licitações da Secretaria de Agricultura

Amancio, um cantador da capoeira

'Devoção' cega

Vagas no Senado viram a grande disputa deste ano no Espírito Santo

A quadrilha democrática da Rua Sete