Seculo

 

Associação dos Servidores do Incaper lança campanha por valorização do instituto


25/11/2017 às 19:18
O Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) completou 61 anos em novembro deste ano, mas os servidores têm pouco a comemorar. Sucateada, a autarquia que presta atendimento a pequenos agricultores teve uma queda brusca nesse serviço, reflexo da política de cortes lineares proposta pelo governador Paulo Hartung (PMDB).

O número de atendimentos caiu de pouco mais de 59 mil em 2015 para 34,1 mil em 2016, o que representa queda de 45%, reflexo de um corte de 38% do orçamento de custeio desde janeiro de 2015.

No mês de aniversário do instituto, a Associação dos Servidores do Incaper (Assin) lançou uma campanha de valorização da categoria. Com o tema “Para ter comida na sua mesa, é preciso ter comida na nossa”, mostra a importância dos profissionais e dos agricultores familiares, que são parceiros do Incaper.

O Incaper padece com intenso processo de sucateamento, com redução drástica de custeio; sem equipamentos de trabalho, como computadores, impressoras, GPS e gasolina; sem internet de qualidade; com unidades em péssimo estado de conservação; e servidores com salário defasado.

A precarização do instituto também é sentida no campo. De acordo com Boletim da Conjuntura Agropecuária Capixaba, publicado trimestralmente pela autarquia, a estimativa de produção para a agricultura em 2016 foi de 5,5 milhões de toneladas, resultado 9,5% menor na comparação com o ano de 2015. No caso da produção animal, houve queda de 7,5% e 13,6% na produção de carne bovina e leite, respectivamente.

A campanha da Assin tem objetivo de mostrar as razões pelas quais os instituto e os trabalhadores devem ser valorizados e como o desmonte do órgão é um retrocesso para o Estado e para milhares de famílias, beneficiadas direta ou indiretamente.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Rabiscos eleitorais

Articuladores já fazem suas contas de 2018. Entre os deputados considerados reeleitos, está quase toda bancada do PMDB, incluindo Erick Musso. Mas, antes, terá que colocar um ''bonde'' pra correr

OPINIÃO
Editorial
À oposição, o respeito!
Seja manifestando uma simples opinião ou criticando medidas do próprio legislativo ou do governo, falou em Sergio Majeski, o tiroteio é garantido
Piero Ruschi
Carta de aniversário ao papai
‘Venho lhe desejar um feliz aniversário de 102 anos, o mais feliz possível, diante de todas mazelas que atormentam o Museu que o senhor criou e o meio ambiente que tanto defendeu
Gustavo Bastos
Destino e acaso
''Quanto ao cético do acaso, ele chama destino de delírio e acaso de nada''
Geraldo Hasse
Em defesa da soberania
Manifesto combate o entreguismo, filho dileto do colonialismo neoliberal
Roberto Junquilho
Os pequenos se movem
Para garantir verba do fundo partidário, siglas como o PCdoB têm que apresentar chapa majoritária em 2018. E, no Estado, como fica?
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Quem quer dinheiro?
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Hartung reforça interesse em projeto nacional nas eleições de 2018

Manifesto denuncia ameaças a lideranças mobilizadas contra agrotóxicos em Boa Esperança

Fundação Renova é multada e Samarco/Vale-BHP vira alvo de mais uma ação civil pública

Morre Chico Flores

Trabalhadores encerram Greve em Brasília e Jejum nos estados